Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Importados | 09/11/2012 | 19h01

Abeiva revisa projeções para cima em 2012

Estimativa aponta para 130 mil veículos vendidos este ano

REDAÇÃO AB

Com base na sua expectativa de estabilização da queda nas vendas de veículos importados, a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) revisou as projeções para 2012, prevendo encerrar o ano com 130 mil unidades emplacadas, 10 mil a mais com relação à estimativa anterior.

“Depois do impacto inicial da publicação do Decreto 7.819/2012, que regulamenta o Programa Inovar Auto, montadoras locais e importadoras procuram se acomodar às novas realidades de mercado, antecipadas já para este último trimestre do ano. Obviamente as dificuldades mais evidentes recaíram sobre o setor de importados. Mas, em outubro, o importante é que as vendas pararam de cair”, analisa Flavio Padovan, presidente da entidade.

As vendas das filiadas da Abeiva, que reúne as marcas que não têm fábrica no Brasil, ficaram estáveis em outubro, registrando leve queda de 0,1% sobre setembro, para 9.032 veículos. Com relação a outubro de 2011, o volume é 32% menor. No acumulado janeiro-setembro, os negócios continuam em queda, 32,3% contra igual período de 2011, para 111,7 mil. Mesmo com a nova projeção, Padovan ressalta a influência do IPI maior no resultado do ano.

“Ainda assim, o acumulado do ano vai mostrar uma queda de 35% ante o desempenho de 2011, quando emplacamos perto de 200 mil unidades.”

MARCAS

Com todo o impasse do IPI maior para as importadoras, algumas marcas se sobressaíram e conseguiram manter suas vendas em alta este ano. Das 29 associadas, 7 registram crescimento das vendas no acumulado de dez meses com relação a igual período de 2011: Chrysler, Ferrari, Jeep, Jimbei, Lamborghini, Land Rover e Suzuki.

Entre elas, a Land Rover tem o maior volume, 6,8 mil veículos vendidos entre janeiro e outubro, avanço de 7,5% sobre 2011, seguida pela Suzuki, que emplacou 5,8 mil veículos do período, alta de 6,3%.

Por outro lado, as importadoras líderes em volume Kia, JAC e Chery, figuram com quedas de 46,9%, 18,8% e 25,6% no acumulado, respectivamente. A Kia vendeu 35,7 mil veículos em dez meses, enquanto a JAC emplacou 15,7 mil e a Chery, 13,1 mil. A BMW, que confirmou a construção de sua fábrica no Brasil (leia aqui), é a quarta no ranking de vendas, com 6,9 mil unidades, volume 25,8% menor que o registrado ano passado.



Tags: Abeiva, importados, Inovar-Auto, IPI, Flávio Padovan.

Comentários

  • Eduardo

    Das que estão em queda livre, diria que a jac é de longe a que mais está se debatendo. Não param de lançar carros, e além do mais anunciaram a fábrica. Sinceramente, espero que continuem firmes no nosso mercado, já que tem uma proposta condizente em relação a tantas outras tão 'toscas'

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência