Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 19/11/2012 | 18h56

Fiat Industrial tem nova estrutura que afeta Brasil

Marco Mazzu é nomeado COO na América Latina, Osias Galantine vai comandar as compras mundiais e Dino Maggione assume peças e serviços

REDAÇÃO AB

A Fiat Industrial anunciou mudanças na sua estrutura diretiva para promover a integração com a CNH Global. Com isso, três executivos do grupo que atuam no Brasil ganharam novo status. Marco Mazzu, atual presidente da Iveco na região, passa a ser o chefe de operações (COO) da Fiat Industrial para a América Latina. Dino Maggioni, que preside a Magneti Marelli no Mercosul, passa a comandar o setor mundial de peças e serviços da organização. E Osias Galantini, atual diretor de compras do Grupo Fiat na América Latina, foi alçado agora ao cargo de Chief Purchasing Officer, passando a liderar as negociações internacionais com os integrantes da cadeia de suprimentos das fábricas de caminhões e ônibus da Iveco, motores pesados da FPT e máquinas agrícolas e de construção da CNH - o tripé que forma a Fiat Industrial. A empresa ainda não informou quem substituirá esses executivos no Brasil.

Foi constituído o Group Executive Council (GEC), com a criação de quatro posições de Chief Operating Officer (COO) regionais e de um Chief Financial Officer (CFO), que se reportarão diretamente a Richard Tobin, indicado como Group COO da Fiat Industrial. Ele mantém as atividades de CEO e presidente da CNH Global.

O GEC é o mais alto organismo de decisão da Fiat Industrial depois do Conselho de Administração. O órgão supervisiona o andamento dos negócios, define os objetivos, as decisões estratégicas e os investimentos do grupo e a alocação de capitais.

“Com a operação de hoje se define o processo de integração entre Fiat Industrial e CNH”, disse Sergio Marchionne, presidente da Fiat Industrial e da CNH. Segundo ele, as nomeações foram realizadas depois de uma avaliação aprofundada das competências técnicas e de liderança dos profissionais.

GEC TEM QUATRO ESTRUTURAS PRINCIPAIS

A primeira estrutura é composta por quatro Grupos Operativos Regionais responsáveis pela produção de vendas de máquinas agrícolas, máquinas de construção e veículos comerciais, aos quais se adicionam as atividades de powertrain relativas a motores e transmissões (FPT Industrial).

Cada uma destas atividades foi confiada à responsabilidade de um COO, que atuará por meio de um time gerencial regional, cuja composição será objeto de comunicação específica. Cada um dos COOs regionais responderá pelo resultado econômico, gestão dos recursos humanos e atividades produtivas e comerciais da área.

Os COOs componentes do GEC são:

Nafta: Richard Tobin
Europa, Africa e Oriente Médio: Andreas Klauser
America Latina: Marco Mazzu
Ásia-Pacífico: Franco Fusignani
Powertrain: Giovanni Bartoli

A segunda estrutura reflete o foco do Grupo em relação às marcas. Cada uma das marcas globais é representada no GEC. Cada responsável deverá melhorar e desenvolver uma gama de produtos apropriada para cada marca e dar o suporte aos COOs na implementação da estratégia comercial e de marketing adequadas para cada uma das regiões operativas.

A Fiat Industrial detém participação majoritária na CNH Global, que é administrada pelo seu conselho de administração.

Os responsáveis por cada marca presente no GEC são:
Case IH: Andreas Klauser
New Holland Agriculture: Franco Fusignani
Case Construction: Mario Gasparri
New Holland Construction: Mario Gasparri
Iveco: Andreas Klauser (interino)
Peças e Serviços: Dino Maggioni

A terceira estrutura é composta de gestores que, operando de modo transversal em relação às quatro regiões, guiarão os processos industriais de todo o grupo, otimizando a escolha relativa à alocação dos capitais nos próximos anos. Os responsáveis por essas áreas são:
Chief Technical Officer: Dario Ivaldi
Chief Manufacturing Officer: Derek Neilson
Chief Quality Officer: Brad Crews
Chief Purchasing Officer: Osias Galantine

A quarta estrutura é composta das funções corporativas de suporte:
Serviços Financeiros (a ser anunciado)
Desenvolvimento de Negócios: Alessandro Nasi
Chefe de Finanças (CFO): Pablo Di Si
Chefe de Recursos Humanos (CHRO): Linda Knoll

Alessandro Nasi será o coordenador executivo do GEC.






Tags: Fiat Industrial, CNH, Case, New Holland, Iveco, Sergio Marchionne.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência