Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 27/11/2012 | 16h34

Nakata recebe certificação do Inmetro

Homologação de amortecedeores faz parte da certificação compulsória para autopeças

REDAÇÃO AB

Mais uma empresa fabricante de autopeças para o mercado de reposição está certificada pelo Inmetro: a Nakata recebeu o selo de conformidade para seus amortecedores, conforme a portaria nº 301 de 21/07/2011, que determina a obrigatoriedade do selo do instituto para diversos componentes automotivos, medida que passa a ser obrigatória a partir de 1º de janeiro de 2013. A empresa, que pertence à Affinia Automotiva, também produz componentes de transmissão, freio e motor.

O processo de homologação dos amortecedores seguiu as exigências estabelecidas pela norma NBR 13308/2010 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e foi realizado pelo órgão de certificação internacional SGS ICS.

Para o diretor de vendas e marketing da Nakata, Sérgio Montagnoli, “a certificação é uma garantia para o consumidor que adquire o produto no mercado de reposição, trazendo mais segurança para motoristas e passageiros”.

Os amortecedores Nakata terão o selo do Inmetro estampado na peça e na embalagem e a fabricante também distribuirá gratuitamente cartilha explicativa sobre o Programa de Certificação Compulsória de Componentes Automotivos, do Inmetro, que será distribuída gratuitamente para o mercado de reposição que deve se adequar às novas regras. “A iniciativa visa levar informações detalhadas sobre o processo, a finalidade, os prazos de comercialização e outras dicas sobre a certificação de autopeças”, complementa Montagnoli.

LEGISLAÇÃO

A Portaria 301 dita que as fabricantes de autopeças têm até janeiro de 2013 para se adequar às novas normas, que estabelecem os requisitos mínimos de segurança para peças e acessórios. Os componentes envolvidos são amortecedores da suspensão, bombas elétricas de combustível para motores de ciclo otto, buzinas, pistões de liga leve de alumínio, pinos e anéis de trava ou retenção, anéis de pistão, bronzinas, lâmpadas e por fim, rodas automotivas, todos destinados ao mercado de reposição. O comércio terá até julho de 2014 para oferecer apenas peças certificadas pelo Inmetro. Para rodas este prazo se estende até janeiro de 2015.



Tags: Nakata, amortecedores, Inmetro, certificação compulsória.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência