Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 29/11/2012 | 19h50

GM constrói fábrica e centro de pesquisa na China

Centro desenvolverá elétricos e fábrica fará veículos e motores

REDAÇÃO AB

A americana General Motors está aumentando seus investimentos na China. A fabricante anuncia um novo centro de pesquisa voltado para o desenvolvimento de uma geração de carros elétricos. E mais: a inauguração de uma terceira fábrica de veículos e motores para atender a crescente demanda doméstica chinesa e garantir sua posição de maior fabricante de carros em volume no país.

NOVA FÁBRICA

A nova fábrica será erguida no município de Chongqing, na região central da China, com investimentos de US$ 1 bilhão da SAIC-GM-Wuling, joint-venture da GM China com a SAIC Motor e Wuling Motors, criada em 2002. Deve começar a ser construída em 2013 e iniciar as suas operações em 2015. Terá capacidade de 400 mil veículos e motores por ano.

A GM ainda não divulgou quais modelos devem ser montados na nova unidade fabril. Mas desde 2002 a joint-venture chinesa tem focado esforços na produção de minivans, que são populares nas áreas rurais chinesas. A nova fábrica vai ajudar a SAIC-GM-Wuling, que domina 47,5% do mercado local de pequenas vans comerciais, a atingir sua meta de produzir 2 milhões de veículos na China até o fim de 2015.

A GM mantém mais duas joint-ventures no país, a Shanghai General Motors Corp. e a FAW-GM Light Duty Commercial Vehicle Co.

NOVO CENTRO

Um dos principais objetivos da GM, com o novo centro de pesquisa, é garantir que as necessidades e preferências do mercado automotivo chinês sejam atendidas. As instalações, no entanto, terão a missão de desenvolver uma gama de tecnologias para o mercado global, como já fazem os centros de engenharia nos Estados Unidos, Alemanha e Coreia do Sul.

"Há uma grande capacitação na China, com mais formandos em ciências e engenharia do que nos Estados Unidos, Japão e Alemanha juntos", declarou o diretor do novo centro, John Du, em evento em Pequim.

Diretor de tecnologia da e vice-presidente global de P&D da GM, Jon Lauckner, afirmou: "A China tem feito da eletrificação uma estratégia chave. Veículos eletrificados irão desempenhar um papel crítico nos esforços para fazer com que o petróleo deixe de ser a principal fonte de energia do transporte."

O executivo espera que a General Motors consiga melhorar a densidade de energia das suas baterias, de modo que elas sejam mais leves, pequenas e menos dispendiosas do que as disponíveis hoje. No longo prazo, a montadora acredita que há potencial para dobrar a densidade de energia de baterias de veículos eléctricos.



Tags: GM, China, elétricos, centro, pesquisa, fábrica, investimentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência