Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 12/12/2012 | 15h02

Produção de cana deve crescer 6,2% sobre 2011

Área de colheita revela aumento de 1,92%

MÁRIO CURCIO, AB

A produção de cana-de-açúcar em 2012, em fase final de colheita no Centro-Sul do País, deve alcançar 595,13 milhões de toneladas, alta de 6,2% sobre os 560,36 milhões de toneladas da safra passada. Os números vêm do terceiro levantamento de safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quarta-feira, 12.

A área em que haverá a colheita destinada à atividade sucroalcooleira está estimada em 8,52 milhões de hectares, aumento de 1,92% ante os 8,36 milhões de hectares da safra anterior. Os técnicos da Conab informam que os números ainda não estão fechados, o que deve ocorrer em abril de 2013 com a participação da produção nordestina, em andamento. Considerando isoladamente a produção do Centro-Sul, a colheita deve ser de 535,43 milhões de toneladas, 8,2% maior que a da safra anterior.

O volume de cana processado até o fim de novembro está perto de 96,63% da previsão de safra no Centro-Sul e de 49,2% na soma da Regiões Norte e Nordeste. A Conab recorda que no Nordeste o clima tem castigado os canaviais, provocando redução nas previsões iniciais da safra. No entanto, os técnicos da estatal informam que, como a safra desta região se estende até março ou abril, o quadro ainda pode ser alterado para mais ou para menos.

Naquela região, estima-se uma queda de 10,4% na produtividade em relação à safra passada e 10% no volume de cana-de-açúcar destinado às unidades de produção de açúcar e álcool. Segundo a Conab, por causa de adversidades climáticas ocorridas durante a safra passada e no início deste ano, bem como a condução e colheita das áreas cultivadas com cana-de-açúcar, o ATR médio deve ficar em 136 kg/t, muito próximo do total obtido na temporada passada, de aproximados 138 kg/t de cana-de-açúcar.

Em relação à produção de açúcar, espera-se aumento de 4,72%, passando de 35,97 milhões para 37,66 milhões de toneladas. Desse total, 69,46% serão produzidos no Sudeste, 11,32% no Nordeste, 10,95% no Centro-Oeste e 8,13% no Sul. A produção acumulada de açúcar até o fim de novembro é de 98,3% no Centro-Sul. Na porção Norte-Nordeste o porcentual está em 43,4%, em virtude do calendário da safra diferenciado nos principais Estados produtores.

A produção total de etanol deve diminuir 5,22%, passando de 24,93 bilhões de litros para 23,62 bilhões. A produção do etanol anidro, que se destina à adição na gasolina, deve reduzir 0,88%, de 9,75 bilhões de litros para 9,66 bilhões. O etanol hidratado, utilizado pelos veículos, caiu 8%, de 15,18 bilhões de litros para 13,96 bilhões.

Conforme a Conab, até o fim de novembro 93,3% do total estimado para produção de etanol já estava consolidado. No Centro-Sul, o porcentual alcançava 96,5%, enquanto no Norte-Nordeste estava em 56,3%.



Tags: Cana-de-açúcar, Conab, sucroalcooleira, etanol, açúcar, Centro-Sul.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência