Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 13/12/2012 | 18h29

Medidas do governo suavizam queda das vendas de implementos rodoviários

Com taxas menores do Finame, vendas chegaram a 146,6 mil unidades no ano, aponta Anfir

REDAÇÃO AB

A redução dos juros do Finame aliviou a retração das vendas de implementos rodoviários. A Anfir, entidade que reúne os fabricantes do setor, aponta que foram vendidos 146,6 mil equipamentos entre janeiro e novembro, com diminuição de 15,7% ante o mesmo período de 2011. Sem as medidas de incentivo anunciadas pelo governo, a queda seria mais profunda.

-Veja aqui os dados da Anfir.

A maior queda nas vendas aconteceu entre os implementos da linha leve, de carrocerias sobre chassis, com 98,8 mil unidades no ano e queda de 17,3%. O segmento de reboques e semirreboques sofreu queda de 12,1%, para 47,7 mil equipamentos. As exportações seguiram caminho inverso e aceleraram 16,6%, para 4,7 mil unidades.

Até setembro, mês em que entrou em vigor a taxa de 2,5% ao ano, o setor acumulava queda de quase 17%. Segundo a associação, é preciso levar em conta que o desempenho da economia foi menor do que o esperado, impactando o setor de transportes. Depois de crescimento de apenas 0,6% no PIB do terceiro trimestre do ano, o mercado reduziu a expectativa de crescimento da economia para 1% em 2012.

A entidade também comemora a extensão do PSI, Programa de Sustentação do Investimento, até dezembro de 2013, com juros de 3% aa no primeiro semestre e de 4% aa no segundo. Nesse cenário, a entidade não detecta corrida para aproveitar a taxa menor do Finame e antecipar as compras de implementos rodoviários. Como a diferença entre os juros que valem até o fim de 2012 e os anunciados para o próximo ano é pequena, não deve haver impacto no fluxo de contratos, como aconteceu nas mudanças.

A Anfir recebeu com expectativa positiva o anúncio de um pacote de benefícios destinado ao setor de construção civil. O programa prevê substituição da contribuição de 20% sobre a folha de pagamento por outra de 2% sobre faturamento. “O aumento na atividade na construção civil representa reação em cadeia positiva refletindo em vários setores produtores, incluindo implementos rodoviários”, avalia Mario Rinaldi, diretor executivo da organização.



Tags: implementos rodoviário, Finame, mercado, Anfir, PSI.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência