Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 19/12/2012 | 15h46

Petrobras compra da Vale a Araucária Nitrogenados

Unidade produz Arla 32 e fertilizantes

MÁRIO CURCIO, AB

A Petrobras assinou com a Vale um acordo para a compra de 100% das ações de emissão da Araucária Nitrogenados, localizada em Araucária, Paraná. O valor da operação é de US$ 234 milhões. A Araucária Nitrogenados tem uma planta com capacidade de produção de 700 mil toneladas por ano (kta) de ureia, 475 kta de amônia e 450 milhões de litros ao ano de Arla 32, agente redutor líquido empregado por parte dos veículos a diesel em produção no Brasil.

Considerando esse valor de compra e outros investimentos feitos pela Petrobras, indústrias de fertilizantes e também da cadeia automotiva, o Arla 32 já movimentou mais de US$ 300 milhões no Brasil. A companhia petroleira já havia investido mais de R$ 105 milhões na unidade de produção de Arla 32 em sua fábrica de fertilizantes (Fafen) em Camaçari (BA).

A produção em escala comercial teve início em outubro de 2011 A capacidade atual está em 200 milhões de litros/ano. Outros R$ 12,3 milhões foram gastos pela companhia em uma unidade de envase implantada ao lado da Fafen.

A própria Vale já havia desembolsado R$ 11 milhões na Araucária Nitrogenados para a instalação do sistema de produção, estancagem e carregamento do Arla 32. O produto começou a ser fabricado em novembro do ano passado para venda a granel.

A Raízen, joint venture entre Shell e Cosan, investiu R$ 2 milhões numa unidade de envase de Arla 32, que ela vende como o nome Shell Evolux. Ela fica ao lado da Fosfértil, que produz o agente redutor.

Nesta quarta-feira, o diretor da divisão de Arla 32 da Yara, Achille Liambos, informou que a empresa investirá US$ 1 milhão na construção de uma unidade de dissolução de ureia técnica grau Arla 32 na região metropolitana de São Paulo (leia aqui).

INVESTIMENTOS PELO SETOR AUTOMOTIVO

O Arla 32 também trouxe oportunidades para os fabricantes de motor e veículos de carga. A Cummins investiu US$ 1,3 milhão em sua fábrica de Guarulhos para produzir e envasar Arla 32. Outra fabricante de propulsores, a MWM International, aproveitou seus canais de venda para distribuir com o nome Master o agente redutor em mais de 350 pontos de venda. Mercedes-Benz e Ford fizeram o mesmo, levando o Arla 32 a outros 340 pontos, nos quais vendem caminhões e itens de reposição.



Tags: Petrobras, Vale, Araucária Nitrogenados, Arla 32, Fafen, Yara, Shell, Cosan, Achille Liambos, Ford, Mercedes-Benz, Evolux, Fosfértil, MWM International.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência