Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 20/12/2012 | 15h40

Yamaha chega a 3 milhões de motos fabricadas no Brasil

Em 1974, empresa foi a primeira a produzir esse tipo de veículo por aqui

MÁRIO CURCIO, AB

Primeira fabricante de motocicletas a se instalar no Brasil, a Yamaha está atingindo a marca de 3 milhões de unidades produzidas. Automotive Business chegou a esse total a partir de arquivos da fábrica e da Abraciclo, entidade que reúne fabricantes instaladas em Manaus. A Yamaha começou a produzir em 1974 em sua unidade de Guarulhos (SP), na Rodovia Presidente Dutra.

O primeiro modelo montado aqui foi a RD 50 (moto azul nas fotos), com motor dois-tempos. Desde 1985, a empresa fabrica suas motos no Polo Industrial de Manaus. A capacidade instalada atual é de 400 mil motos por ano. A empresa ocupa um terreno de 491,2 mil metros quadrados e tem cerca de 125 mil m² de área construída. Aproximadamente 40 empresas locais fornecem componentes à Yamaha.

Embora seja a segunda colocada no Brasil e esteja distante da terceira, a Yamaha vem perdendo participação de mercado. Há cinco anos tinha mais de 13% do mercado e fechará 2012 com 10,5%. A produção anual (que inclui exportações) caiu ainda mais. Em 2008, o melhor ano para a Yamaha, ela montou 328.524 unidades. Em 2011, o melhor para o mercado brasileiro, ela fabricou aqui 275.354 unidades.

O volume de 2012 será de aproximadamente 155 mil unidades, resultando em queda de mais de 40% na comparação com o ano passado. A retração estimada para a produção de todo o setor é de 20%. Além de enfrentar a queda de vendas pela falta de crédito aos consumidores, a Yamaha padece também por não ter uma moto de 150 cc. Todas as suas concorrentes instaladas em Manaus têm pelo menos um modelo dessa cilindrada.



Tags: Yamaha, Manaus, 3 milhões, Guarulhos.

Comentários

  • edson

    tristeza total,uma unica marca de qualidade que pode disputar com a honda, não quer trazer novos produtos para ser a primeira no brasil novamente.volte a ser a primeira yamaha.

  • julio cesar lopes da silva

    Sou um apaixonado pela yamaha desde a 50 passando rx 180 até chegar na viuva negra 350, espero que omais rápido possivel,a yamaha venha colocar no mercado a tão esperada 350 dois tempos, bem moderna e doida de dar punho fechado a cada acelerada. tem data ou é só especulação?

  • Maurilo Bruno

    É normal para a yamaha vender 3 milhões de motos em quase 40 anos de Brasil. Gosto da yamaha , mas todos nós temos que merecemos e o que yamaha faz é para estar assim ,parabens. À turma da honda diz para ela continuar assim,deitada em berço esplendido . Eu até que quero comprar uma yamaha mas quando procuro um produto dentro das minhas possibilidades só à h tem . Falta um leque maior de produtos,diversificando tamanho e desempenho , uma mil não tem que ser uma R1. Com esta politica agressiva daqui 40 anos vamos comemorar 6 milhões de motos vendidas no Brasil ..........

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência