Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Hyundai HB20X chega a partir de fevereiro
Nova versão vai bem na terra ou no asfalto e tem duas opções manuais e duas automáticas

Lançamentos | 23/01/2013 | 02h00

Hyundai HB20X chega a partir de fevereiro

Versão com motor 1.6 e apelo fora de estrada tem preço de R$ 48.755

Mário Curcio | De Campos do Jordão (SP)

Hyundai

A partir de 20 de fevereiro, cerca de 180 concessionárias Hyundai Brasil começam a vender o HB20X, hatch com apelo aventureiro e derivado do HB20, lançado em setembro de 2012. Também produzido em Piracicaba (SP), o novo modelo tem dois níveis de acabamento, Style e Premium, ambos com câmbio manual de cinco marchas e opção automática de quatro velocidades. O preço inicial é de R$ 48.755, correspondente ao Style manual. Todos utilizam motor flex 1.6 de 16 válvulas e 128 cv quando abastecido com etanol.

A produção do HB20X terá início em 28 de janeiro de janeiro. “Queremos fabricar 10 mil unidades por ano”, afirma o gerente de produto da Hyundai, Rodolfo Stopa. “O segmento ‘cross’, formado por essas derivações com apelo off-road ou aventureiro, cresce mais do que o mercado. De 2011 para 2012 ele teve alta de 9%”, revela Stopa a partir de um levantamento feito pela montadora. A venda de automóveis e comerciais leves subiu 6,1%.

A Hyundai vê como principais concorrentes do HB20X o Volkswagen Crossfox (motor 1.6, a partir de R$ 46.067) e o Renault Sandero Stepway (1.6 de 8 ou 16V, com preço inicial de R$ 42.140) . O estreante piracicabano recebeu para-choques dianteiro e traseiro com desenho diferenciado.

Ainda em relação ao HB20 convencional, a nova carroceria ficou quatro centímetros mais distante do solo com o uso de molas mais longas e pneus de perfil mais alto. Há também outros detalhes exclusivos para o HB20X, como o kit de apliques laterais de plástico, os racks no teto e o desenho das rodas. O interior tem pedais de alumínio e bancos com costura dupla como principais diferenças. Todo HB20X traz som com Bluetooth e comandos de áudio no volante.

Hyundai
Hyundai HB20X tem dois níveis de acabamento, ambos com câmbio automático opcional. Espaço traseiro é semelhante ao do novo Gol. Versão Premium tem banco traseiro bipartido.

ACABAMENTO E DIRIGIBILIDADE

A nova versão do Hyundai repetiu a boa impressão deixada durante o lançamento do HB20. A qualidade dos materiais e da montagem agrada bastante e os comandos elétricos (para vidros e retrovisores) são bem posicionados. O rádio tem boa recepção em qualquer frequência, mesmo quando distante das emissoras.

Falta alguma agilidade em estrada à versão automática do HB20X. As acelerações são um tanto lentas, mesmo com o ar-condicionado desligado. Na cidade o câmbio automático cumpre bem seu papel e faz valer os R$ 3,2 mil extras cobrados por ele. O carro manual é bem melhor na estrada. Essa transmissão mecânica de cinco marchas da Hyundai está acima da média, tem engates muito fáceis.

Todo HB20X vem com ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, volante ajustável em altura e profundidade, freios com sistema ABS, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico. A versão Premium tem também acendimento automático dos faróis, sensor traseiro de estacionamento, chave com comando remoto de abertura e fechamento dos vidros, volante revestido de couro e banco traseiro bipartido, entre outros itens. Quando equipadas com câmbio automático, tanto a opção Style como a Premium recebem apoio de braço para o motorista.

Veja abaixo a lista de preços do HB20X

Style Manual - R$ 48.755
Style Automático - R$ 51.955
Premium Manual - R$ 51.255
Premium Automático - R$ 54.455



Tags: Hyundai, HB20X, HB20, Piracicaba, Rodolfo Stopa, Bluetooth, Style, Premium, Volkswagen, Crossfox, Renault, Sandero Stepway.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência