Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 24/01/2013 | 20h00

Nippon Steel reduz em 4% preço do aço para a Toyota no Japão

É o terceiro trimestre consecutivo de redução

AGÊNCIA ESTADO

A siderúrgica japonesa Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp. concordou em reduzir os preços do aço laminado para uso automotivo fornecido à Toyota Motor em 4 mil ienes por tonelada para o segundo trimestre do ano fiscal de 2012, segundo informações do jornal Nikkei em sua edição da sexta-feira, 25. Este é o terceiro trimestre fiscal consecutivo em que os preços são reduzidos.

Segundo a Nippon Steel, a redução de 4% em relação ao primeiro trimestre do ano fiscal, iniciado em abril, será aplicada retroativamente ao aço embarcado desde outubro. O Nikkei disse que a Toyota queria redução de 5 mil ienes por tonelada, argumentando que os preços das matérias-primas caíram e a demanda doméstica declinou após o fim dos subsídios temporários do governo do Japão à compra de carros “ecológicos”.

A Nippon Steel, por sua vez, ponderou que os preços atuais não refletem totalmente as elevações anteriores nos preços dos materiais. A empresa também disse que a qualidade de seus produtos é superior à dos fornecidos pelos concorrentes estrangeiros.

O preço do minério de ferro, que estava em US$ 80 por tonelada em setembro do ano passado, subiu para US$ 140 no começo deste ano. O carvão de coque subiu para US$ 160 por tonelada, de US$ 140. Segundo o Nikkei, caso os preços dos insumos permaneçam nos níveis atuais, a Nippon Steel provavelmente pedirá uma elevação dos preços para o semestre fiscal que começa em 1º de abril.



Tags: Toyota, Nippon Steel, aço, insumos, produção, preço.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência