Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 29/01/2013 | 15h06

Shineray projeta quadruplicar vendas no Brasil

Importadora prevê entrega de 3 mil unidades este ano contra 700 unidades de 2012

REDAÇÃO AB

A Shineray anuncia planos ousados para o mercado brasileiro: a marca chinesa, que oferece veículos comerciais leves desde abril de 2012, projeta que as vendas deste ano serão quatro vezes maiores que as do ano passado, considerando apenas o segmento de comerciais leves.

“Em 2013, nossa meta é alcançar um volume de vendas em torno de 3 mil unidades, mas vamos crescer de maneira gradual, com foco na satisfação dos nossos clientes e desenvolvendo uma rede de concessionárias fortes e capazes de prestar um bom serviço de pós-vendas”, explica o diretor comercial Clairto Acciarto. Ele acrescenta que a marca mantém mais de 1 mil veículos da linha 2013 em estoque.

Os planos de crescimento passam por aumento da rede. De acordo com o diretor de novas nomeações, Marcelo Leoni, a Shineray pretende passar das atuais 30 revendas para 50 concessionárias completas, com showroom e oficina, até dezembro deste ano. “Neste momento, nosso foco é crescer principalmente na região Sudeste”, completa.

A linha de veículos comerciais da Shineray inclui cinco modelos: picape cabine simples, picape cabine dupla, picape cabine simples com baú, van e furgão, todas com duas versões básica ou luxo, exceto para a picape cabine simples com baú e furgão. Os preços partem de R$ 27.990 até R$ 36.990.

Em pós-venda, a importadora mantém um centro de distribuição próximo à sua sede, localizada nos arredores do Porto de Suape, no município de Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife (PE).

No mercado brasileiro desde 2005, a Shineray iniciou suas operações por aqui com a venda de motocicletas e quadriciclos, segmentos que contam com 150 concessionárias da marca. Considerando as vendas em todos os segmentos que atua, a Shineray espera que seu faturamento cresça 10% este ano, para R$ 6,8 bilhões.

A marca é uma das newcomers que anunciaram intenção de ter fábrica no Brasil: a empresa informa que iniciou as obras de terraplanagem de sua planta que pretende instalar em Suape, com capacidade para 120 mil motocicletas por ano e início das operações em 2014, mas chegou a considerar a suspensão do projeto, após o aumento do IPI de motocicletas importadas ou montadas fora de Manaus (AM) e que tenham cilindrada até 50 cc, o maior mercado da Shineray (leia aqui).



Tags: Shineray, mercado, marca chinesa, newcommer.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência