Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 05/02/2013 | 19h30

Nissan fará novo compacto na Espanha em 2014

Modelo deve concorrer com VW Golf e Ford Focus

REDAÇÃO AB

A Nissan fabricará a partir de 2014 um veículo compacto, ainda sem nome divulgado, em sua fábrica de Barcelona, na Espanha. O investimento será de € 130 milhões (US$ 178 milhões) para produção inicial de 80 mil carros por ano, gerando mil empregos diretos e 3 mil indiretos. As informações são da Automotive News Europe.

O compacto será o primeiro carro produzido na unidade espanhola, que já faz o SUV Pathfinder, a picape Navara e a van comercial NV200. O modelo deverá concorrer com o Volkswagen Golf e o Ford Focus e marcará o retorno da montadora japonesa no segmento de compactos na Europa, onde ela parou de vender o compacto Almera em 2006.

A Nissan informou também que está investindo mais € 14 milhões em Barcelona para aumentar a capacidade produtiva da picape Navara em 24 mil unidades. Além de € 6 milhões para produzir transmissões do elétrico Leaf e da nova van eNV200.

"Nos próximos anos, a fábrica de Barcelona irá funcionar em plena capacidade, com produção anual de mais de 200 mil unidades. Tendo em conta a atual crise, esta não é apenas uma conquista para a Nissan, mas para toda a indústria espanhola", declarou Frank Torres, chefe da Nissan Espanha.



Tags: Nissan, Espanha, Barcelona, compacto, Gol, Focus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência