Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Duas Rodas | 20/02/2013 | 15h25

Motos: Grupo Cometa conseguiu crescer em 2012

Empresa registrou alta de 3% na venda de veículos e de 26% nos consórcios

REDAÇÃO AB

Um grande revendedor de motos Honda, o grupo Cometa, conseguiu crescer 3% no ano passado, apesar de o mercado de duas rodas ter encolhido 15,6% em relação a 2011. Em 2013, o grupo quer vender 30 mil unidades e crescer outros 9%, também acima das previsões de mercado. Para entender o que isso significa, a Abraciclo, associação que representa os fabricantes, estima ligeira alta de 2,4% nas vendas no atacado para este ano. E a Fenabrave, que reúne as associações de concessionários, projeta crescimento de 1,3% na lacração de motos zero-quilômetro.

A maior dificuldade para aprovação de financiamentos no ano passado fez crescer a venda de consórcios, cujas cotas negociadas subiram 26%, de 25.072 em 2011 para 31,8 mil unidades em 2012. A modalidade cresceu também para motos contempladas pelo Consórcio Nacional Honda (CNH), com um total de 11.572 unidades entregues no ano passado, ante 10.478 motos em 2011, crescimento de 10,44%.

Para 2013, a empresa prevê alta de 10% nas entregas pelo consórcio Honda. A venda de cotas de consórcio se destacou nas concessionárias de Paranaíba (MS), Belém (PA) e Alta Floresta (MT), que no ano passado tiveram crescimento de 55%, 46% e 41%, respectivamente, em relação ao ano de 2011.



Tags: Grupo Cometa, motos, motocicletas, mercado, duas rodas, Abraciclo, Fenabrave, Consórcio Nacional Honda, CNH, Paranaíba, Belém, Alta Floresta.

Comentários

  • Manoel Monteiro

    Ola boa resido em manaus e passando em uma das vias da cidade vi que ali tem um anuncio com a frase ( ESTAMOS CHEGANDO) isso indica que manaus em breve recebera um grupo solido e que conseguira conquistar uma boa fatia do mercado local ja que manaus o índice de consumo esta bem bem acima do índice nacional, sejam bem vindos

  • Manoel Monteiro

    Com relação a dificuldade de se obter um financiamento para a aquisição de um bem tem fortalecido a modalidade de aquisição através do consorcio, porém essa oportunidade abre um leque no meu ponto de vista as administradoras deverão fortalecer esse ponto para captar essa fatia que tem o seu credito negado por instituições financeiras, visto que com o crescimento da classe media ativa no mercado mas que sem grandes movimentos de créditos, ou movimentos compatíveis acabam sendo rejeitado pelo mercado, é uma classe de cliente que estão chegando agora com junto com o desenvolvimento e o crescimento do mercado, é uma fatia de alguns milhares de consumidores e quem estiver com as portas abertas e uma equipe afinada que tenha o filé para identificar suas necessidades e seu poder de compra atual saberá absolver e transformar em negócios realizados.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência