NOTÍCIAS
28/02/2013 | 17h00

Elétricos

Hyundai é a primeira a produzir carro a hidrogênio em série

O ix35 Fuel Cell elétrico começou a ser produzido esta semana na Coreia


REDAÇÃO AB

A Hyundai tornou-se a primeira fabricante de veículos a produzir em série um carro elétrico alimentado por gerador eletroquímico a hidrogênio, também conhecido como célula de combustível. O modelo escolhido para dar início à produção foi o utilitário esportivo ix35 Fuel Cell, que saiu da linha de montagem de uma das fábricas em Ulsan, sede da companhia na Coreia do Sul. A tecnologia vem sendo testada por vários fabricantes no mundo desde os anos 1990, mas devido ao alto custo até agora ninguém tinha arriscado a lançar um modelo no mercado, como fez agora a Hyundai, que vai fornecer os primeiros veículos para frotistas na Europa.

O coração do sistema é um gerador eletroquímico, um catalizador com membranas de carbono que recebe injeção de hidrogênio e ar comprimido. Dentro do dispositivo, as moléculas são separadas, gerando a energia que vai alimentar a bateria e o motor elétrico de propulsão. O único resíduo dessa reação química é vapor d’água expelido pelo escapamento – a junção das moléculas de hidrogênio e oxigênio do ar forma H2O quente.

A principal vantagem dos carros com gerador químico a hidrogênio é a autonomia muito superior ao de carros elétricos alimentados por baterias, que rodam atualmente o máximo de 100 a 160 quilômetros antes de precisarem ser recarregados. O ix35 Fuel Cell, segundo a Hyundai, com apenas um tanque abastecido com a capacidade máxima de 5,6 quilos de hidrogênio líquido armazenado sob pressão de 700 bar, pode rodar até 594 quilômetros – autonomia semelhante ao de muitos automóveis com motor a combustão, mas sem gerar emissões de poluentes. O consumo é de apenas 0,95 kg de hidrogênio a cada 100 km, o equivalente a 27,8 km/l. O desempenho também é parecido ao de veículos comuns: o motor elétrico gera 136 cavalos e leva o ix35 a até 160 km/h, com aceleração de 0 a 100 km/h em 12,5 segundos.

VENDAS E ESTRATÉGIA

“O ix35 Fuel Cell prova que não é mais um sonho o uso diário de veículos com a tecnologia de células de combustível a hidrogênio”, disse Eok Jo Kim, vice-presidente do conselho da Hyundai Motor, durante a cerimônia de lançamento oficial do carro. As primeiras 15 unidades serão fornecidas para a frota da cidade de Copenhagen, na Dinamarca, como parte da iniciativa do município de zerar emissões de carbono até 2025. Outros dois ix35 elétricos já foram adquiridos pela prefeitura de Skane, na Suécia.

Ulsan, berço da Hyundai, também quer aumentar a frota desses veículos: “Ao criar mais estações de abastecimento (de hidrogênio) para apoiar a produção de modelos a célula de combustível, vamos fazer de Ulsan uma referência para automóveis ecoamigáveis”, disse Mang Woo Park, prefeito da cidade.

A Hyundai planeja fabricar cerca de mil ix35 Fuel Cell até 2015 e arrendá-los para frotistas públicos e privados, primeiro nos países da União Europeia onde os governos estabeleceram metas de distribuição de hidrogênio e construção de postos de abastecimento. Após 2015 a fabricante coreana espera que os custos de produção já tenham caído e a infraestrutura de hidrogênio esteja pronta, para então começar a vender no varejo, em suas concessionárias, os veículos com célula de combustível.

A aposta é de que a legislações adotadas por diversos países no mundo para reduzir emissões e a dependência de combustíveis fósseis abra espaço para os modelos elétricos a hidrogênio. A Hyundai avalia que modelos como o ix35 Fuel Cell estejam em linha para ajudar a cumprir o acordo firmado em 2009 pelas oito maiores economias da União Europeia, com meta de cortar em 80% as emissões de CO2 até 2050, ou para atender a dura regulamentação da Califórnia, nos Estados Unidos, que planeja diminuir a zero as emissões veiculares no Estado americano.

DESENVOLVIMENTO

Segundo a Hyundai, o ix35 elétrico a hidrogênio é resultado do “investimento de vários milhões de dólares” e 14 anos de desenvolvimento próprio, que envolveu centenas de engenheiros de seu centro de pesquisa em Mabuk, na Coreia. Foram executados testes que somam mais de 3 milhões de quilômetros rodados em condições reais na Europa, Estados Unidos e Coreia. O primeiro ix35 Fuel Cell produzido em Ulsan será mostrado no próximo Salão de Genebra, na Suíça, de 7 a 17 de março.

Comentários: 8
 

Alan
01/03/2013 | 00h36
NEW THINKING NEW POSSIBILITIES!!!

severiano
01/03/2013 | 10h52
Um grande ,porem necessario desafio ao uso de novas tecnologias, face as mudanças de padroes de viver em tempos de transformaçao. mobilidade no planeta requer novas dinamicas.Vencer as barreiras impostas por acelerado modelo de tecnologias exige dedicaçao.HYUNDAI E HIDROGENIO, no topo da inovaçao em automovel

Pedro John Meinrath
01/03/2013 | 18h55
Tecnologicamente muito interessante a nova propulsão oferecida pela Hyunday que além disso se apoia numa visão de marketing extraordinária para superar a barreira do preço na Europa, arrendando os veículos sendo oferecidos em países pequenos, outro ponto positivo para o lançamento. É um investimento completo do fabricante coreano como raramente se observa no mercado mundial.

Guillermo
02/03/2013 | 13h24
Vamos verificar se o seu custo é realmente competitivo. Parabéns!! aos Sul coreanos por atingir o 5° lugar em vendas, deslocando a Renault para o 6°.

juventirporto
25/04/2013 | 17h33
o hidrogenio e o combustivel que ja deveria ser do presente mas os grandes nao quer largar a fatia que lhes cabe por isso estamos vendo a Hiundai lançando o primeiro a hidrogenio:parabens Hiundai

Sérgio
24/04/2014 | 12h44
Parabéns à HHYUNDAI. Porquê o governo brasileiro não incentiva a produção destes veículos aqui? Veículos com emissão 0 de poluentes, deveriam ter incentivos cada vez maiores.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:
Untitled Document
 
Siga Automotive Business
Novos espaços no portal

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 20/09/2016
Fiat Uno 2017 encarece e dá espaço para revisão de preço do Mobi e concorrentes

Esta coluna é apoiada por:

AUTOINFORME | 22/09/2016
Jeep teve o maior crescimento em volume; das grandes, só a GM se salvou
DE CARRO POR AÍ | 16/09/2016
Modelos da marca italiana não estão à venda no Brasil, mas virão no futuro
Legislação | 08/09/2016
Decisões recentes indicam que as empresas poderão programar despesas de forma mais eficiente
É nos lugares mais desafiadores que as oportunidades imperam
INOVAÇÃO | 18/08/2016
Empresas começam a pagar o preço por pressionar fornecedores em excesso
QUALIDADE | 17/08/2016
É preciso aumentar a eficiência do transporte para melhorar resultados
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
QUALIDADE | 30/01/2015
Períodos de retração trazem novas oportunidades para as empresas
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes

EVENTOS

25 a 27 de outubro de 2016
Congresso SAE Brasil 2016
Informações em http://portal.saebrasil.org.br/eventos/congresso
10 a 20 de novembro de 2016
Salão do Automóvel de São Paulo
Informações em http://www.salaodoautomovel.com.br/