Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 06/03/2013 | 12h21

Novo Range Rover Vogue chega ao Brasil a partir de R$ 551.800

Com ele, Land Rover quer fechar o ano com vendas iguais ou melhores que em 2012

MÁRIO CURCIO, AB | De Alto Paraíso de Goiás (GO)

A partir desta semana começam as vendas a nova geração do Range Rover Vogue, mostrado ao Brasil em outubro durante o Salão do Automóvel. O carro chega com duas opções de motor e três de acabamento. A mais barata é a Vogue SDV8, com motor turbodiesel e preço sugerido de R$ 551.800. A mais completa, Autobiography com propulsor Supercharged V8, chega a R$ 604.800.

“Estimamos vender 200 Vogue em 2013”, afirma o diretor de marketing, Adriano Resende. Em 2011 foram emplacadas 121 unidades e em 2012, com a baixa demanda pelo modelo antigo que sairia de linha, apenas 64 chegaram ao mercado.

Somada toda a família Land Rover, foram 8.181 veículos em 2011 e 8.165 em 2012. Apesar da maior tributação aos importados de fora do México e Mercosul, a procura aquecida pelo Range Rover Evoque durante o ano passado ajudou manter os números de vendas. “Além disso, reavaliamos nossa estrutura de comercialização. Não podíamos simplesmente aplicar a nova tributação e repassá-la”, recorda Resende.

“Para este ano, esperamos repetir ou superar ligeiramente as vendas de 2012”, diz. O executivo acredita que o novo Vogue terá o poder de atrair não apenas o consumidor tradicional do carro, mas também novos clientes para a marca, assim como ocorreu com o Evoque. Sobre a possibilidade de construção de uma fábrica no País, Adriano Resende diz: “Estamos mergulhados em estudos para entender a viabilidade, já que envolveria um grande investimento. Continuamos avaliando.”

PRIMEIRO SUV TODO FEITO DE ALUMÍNIO

A nova geração do Range Rover Vogue tem uma carroceria monobloco que usa alumínio não apenas em portas e para-lamas. Os elementos estruturais também utilizam o metal, o que resultou em uma redução de 420 quilos no peso total do modelo em relação à geração anterior.

“Isso trouxe redução de consumo e agilidade ao carro”, afirma o responsável por vendas personalizadas, Tiago Kfouri. A motorização diesel passou dos antigos 313 cv para 339 cv. O propulsor a gasolina manteve os 510 cv. A nova carroceria mede 4,99 metros. Tem 2,7 centímetros a mais que a anterior. A distância entre eixos aumentou 4,2 centímetros e resultou em mais espaço interno.

O interior do carro tem mais recursos, mas 50% menos botões que a geração anterior. Seu uso ficou mais intuitivo. Muito interessante o recurso Adaptive Cruise Control (ACC), que permite ajustar a velocidade em que se quer andar e também a distância desejada do veículo à frente. Por meio de um radar, o Vogue freia o carro quando esse espaço diminui e emite alertas ao motorista.

Range
Novo Vogue enfrenta trechos com até 90 cm de água. Comandos do Terrain Response ficam no console central e ajudam a superar terrenos difíceis. Teto solar é amplo e bancos dianteiros têm ajustes elétricos, climatização e até massagem.

Um conjunto de câmeras permite ver à volta de todo o carro e ajuda a ver, por exemplo, um pedestre numa saída de garagem. E o sensor de estacionamento percebe obstáculos imóveis e também veículos que se aproximam.

Automotive Business percorreu cerca de 400 quilômetros com o novo Range Rover Vogue, alternando versões a gasolina e diesel em asfalto bom, ruim e trechos de terra com travessia de rios. O conforto impressiona em qualquer condição e o desempenho também. Ambos os motores trabalham em parceria com um câmbio automático ZF de oito marchas.

O recurso eletrônico Terrain Response ajuda a andar em terrenos difíceis, lama ou neve. Como funciona de maneira automática ou manual, qualquer motorista tira proveito dele, do mais inexperiente ao jipeiro de carteirinha. As suspensões pneumáticas permitem ajuste de altura.

Segundo a Land Rover, a capacidade de andar em trechos alagados passou de 70 para 90 centímetros. O carro foi desenvolvido em regiões com temperatura entre -40 e 52 graus Célsius. E os testes de rodagem incluíram 8 mil quilômetros no autódromo de Nürburgring.

Entre os detalhes de conforto, chamam a atenção os bancos dianteiros com vários ajustes elétricos (lombares inclusive), aquecimento, refrigeração e... massagem. Para os bancos traseiros há climatização e ajuste elétrico dois encostos.

Quem viaja atrás conta ainda com monitores de oito polegadas e pode ouvir em fones de ouvido músicas diferentes daquelas escolhidas pelo motorista. O ar-condicionado tem quatro zonas independentes de temperatura. O capricho no acabamento interno inclui a possibilidade de escolha de cores diferentes para a iluminação interna, passando por branco, bege, verde, azul e vermelho. O teto solar toma quase toda a área sobre os ocupantes.

RESPOSTAS RÁPIDAS COM QUALQUER MOTOR

A rapidez com que o Vogue equipado com motor 5.0 Supercharged V8 de 510 cv reage ao acelerador é impressionante, apesar de se tratar de um veículo com 2.230 quilos. Segundo a Land Rover, ele acelera de 0 a 100 km/h em 5,4 segundos, número digno até para cupês esportivos. A velocidade máxima é de 225 km/h. Andando a 120 km/h, mal se ouve seu motor trabalhando embaixo do capô a apenas 1,7 mil rpm.

Mesmo com o motor turbodiesel V8 de 339 cv o Vogue responde bem ao pé direito e vai da imobilidade aos 100 km/h em 6,9 segundos. A máxima atingida é de 217 km/h. Andando a 120 km/h, ele trabalha numa faixa de rotação ainda mais baixa que a versão a gasolina, 1,4 mil rpm.

A direção da empresa acredita que a versão mais vendida nos primeiros dois a três meses será a Autobiography a gasolina. No mix entre motores, as unidades a gasolina responderão por 60% das vendas no início. Depois, os carros a diesel tendem a tomar a dianteira nessa mesma proporção.



Tags: Land Rover, Range Rover Vogue, SDV8, Supercharged V8, Autobiography, Adriano Resende, Alto Paraíso, carroceria, fábrica.

Comentários

  • ricardo

    que barata que ela chega no Brasil né.... olha no site da Inglaterra que legal , http://www.landrover.com/gb/en/lr/all-new-range-rover/ A top de linha fica a bagatela de R$254.895,5

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência