Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 14/03/2013 | 18h45

Grupo BMW apura faturamento recorde em 2012

Receita de € 76,8 bilhões representa aumento de 11,7% sobre os ganhos de 2011

REDAÇÃO AB

O Grupo BMW anotou faturamento recorde em 2012 ao atingir € 76,8 bilhões, aumento de 11,7% contra os € 68,8 bilhões do ano anterior, informa a companhia em comunicado divulgado na quinta-feira, 14. Apesar dos maiores gastos com novas tecnologias e aumento de custos de mão de obra, o lucro também subiu a níveis recordes: o EBT (lucro antes de impostos) aumentou 5,9% no ano passado, para € 7,8 bilhões, enquanto o lucro líquido teve avanço de 4,4%, para € 5,1 bilhões.

O balanço acompanhou o resultado das vendas globais, também recorde: em 2012 as marcas BMW, Mini e Rolls-Royce entregaram 1,84 milhões de veículos, aumento de 10,6% sobre 2011, quando o grupo vendeu 1,66 milhões de unidades no mundo inteiro (leia aqui).

“O ano passado foi o de maior sucesso da história corporativa do Grupo BMW, com novos níveis de volume de vendas, receitas e lucros. Alcançamos ou ultrapassamos todas as nossas metas de 2012, em face às condições de mercado muito difíceis”, declarou o presidente do conselho de administração do Grupo BMW, Norbert Reithofer, durante a divulgação dos resultados em Munique, na Alemanha.

O segmento automotivo anotou recorde no volume de vendas em todas as três marcas, gerando receita 11% maior que a de 2011, para € 70,2 bilhões. Na divisão de duas rodas as vendas cresceram em ritmo menor, 3,8%, para € 1,49 bilhão, enquanto que em serviços financeiros o grupo obteve receita de € 19,5 bilhões no ano passado, alta de 11,7% sobre o exercício anterior.

Após os resultados, os conselhos de administração e fiscal informaram que vão propor aos acionistas na assembleia geral anual em 14 de maio deste ano que os dividendos sejam elevados a € 2,50 por ação ordinária contra os € 2,30 de 2011 e € 2,52 por ação preferencial, contra os € 2,32 pagos no ano passado. Com base nestes valores, a distribuição total subirá para € 1,64 milhões ante os € 1,50 milhões de 2011, correspondendo a uma taxa de distribuição de 32%.

“Estamos novamente visando o crescimento do volume de vendas em todo o mundo em 2013 e, portanto, um novo recorde. No entanto, as condições econômicas devem permanecer desafiadoras em muitos mercados. O Grupo BMW se prepara para os desafios tecnológicos de amanhã e está definindo o rumo para um maior crescimento e rentabilidade”, acrescentou Reithofer.



Tags: BMW, balanço financeiro, faturamento, receita, lucro, Mini, Rolls-Royce, Norbert Reithofer.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência