Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Elétricos | 15/03/2013 | 18h34

Scania e Siemens desenvolverão caminhão elétrico

Veículos devem ser tracionados por linha elétrica suspensa, como nos trólebus

REDAÇÃO AB

A Scania firmou parceria com a Siemens para o desenvolvimento de caminhões e ônibus elétricos movidos a um sistema elétrico suspenso, semelhante aos dos conhecidos trólebus. O acordo pode significar que a Suécia pode se tornar o primeiro país do mundo com caminhões movidos à eletricidade para uso comercial.

Em 2012, as empresas apresentaram um protótipo de caminhão elétrico. Por um longo período, a Scania explorou a possibilidade de introduzir motores elétricos em seus caminhões e ônibus. Na tecnologia da Siemens os veículos recebem energia por meio de um cabo no pantógrafo, dispositivo instalado no teto do veículo, alimentado por uma corrente elétrica recolhida de estações elétricas.

“Esta é a demonstração de que estradas eletrificadas podem rapidamente tornar-se uma realidade por meio desta parceria. A economia de combustível é enorme graças à eletrificação e este projeto é a pedra fundamental para um transporte rodoviário livre de combustível fóssil”, comenta o vice-presidente executivo e diretor de vendas e marketing da Scania, Henrik Henriksson.

O caminhão tracionado por rede elétrica por meio de linha suspensa pode figurar como complemento aos planos da Scania em aumentar suas opções de veículos mais sustentáveis, como os modelos híbridos, que combinam tecnologia de combustão à elétrica interna. Contudo, a montadora não informa quando os caminhões elétricos devem chegar às ruas.



Tags: Scania, Siemens, elétricos, híbridos, trólebus, Suécia.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência