Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Segurança | 11/04/2013 | 18h44

Ministério da Justiça notifica Toyota, Honda, Nissan e Mazda

Governo quer saber se recall de airbags com defeito em 3,39 milhões de carros envolve o Brasil

REDAÇÃO AB

O Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional do Consumidor, informa que notificou na quinta-feira, 11, as subsidiárias brasileiras das montadoras Toyota, Honda, Nissan e Mazda para apresentarem, de forma imediata, comunicado relativo ao recall global que as marcas anunciaram nesta mesma data, devido a um defeito em um lote de airbag que equipam seus veículos, fornecidos pela Takata Corp. Juntas, as empresas contabilizam o envolvimento de 3,39 milhões de veículos.

As montadoras alegam que os airbags dos veículos afetados, fabricados entre 2000 e 2004, podem não abrir corretamente devido a uma possível falha no sistema que aciona o dispositivo, instalado com pressão acima do normal, o que pode inflar a bolsa de forma inadequada, podendo resultar em ferimentos. Agências internacionais citam que a Toyota confirmou o relato de cinco casos de avarias por esse defeito, mas não houve feridos. A Honda, Nissan e Mazda informam não ter conhecimento de quaisquer acidentes ou lesões relacionados ao problema.

Em comunicado, a Toyota afirma que convocará 1,73 milhão de veículos neste recall, para os modelos Corolla e Camry, fabricados entre novembro de 2000 e março de 2004. A empresa contabiliza 320 mil unidades no Japão, 580 mil na América do Norte, 490 mil na Europa e 340 mil em outras regiões.

A Honda deve reparar 1,13 milhão dos modelos Civic, CRV e Odissey, produzidos entre 2002 e 2003, enquanto a Nissan divulga que deve chamar 480 mil veículos, dos quais 137 mil unidades estão no Japão. No caso da Mazda, o recall global envolve 45,4 mil unidades.

O ministério adiantou que a Toyota convocará 28.964 proprietários brasileiros do modelo Corolla XEi e SEG, a partir de 25 de abril, para verificação, e se necessário, a substituição do airbag dianteiro. Os chassis envolvidos no Brasil, com numeração não sequencial são 9BR538500004 a 9BR538530349, fabricados entre 31 de maio de 2002 e 06 de agosto de 2003. O comunicado que a empresa protocolou junto ao Ministério da Justiça informa que “em caso de colisão frontal do veículo há possibilidade de danos materiais e de lesão ao ocupante do banco dianteiro do passageiro”.

Em nota, a Honda informa: “Sobre o recall dos modelos Civic 2001, 2002 e 2003 e CR-V 2002, anunciado pela American Honda, a Honda Automóveis está avaliando a situação das unidades comercializadas no Brasil e se pronunciará tão logo os levantamentos sejam finalizados”.

A Nissan também avalia se há unidades envolvidas no mercado brasileiro, de acordo com a agência de notícias G1. A Mazda não tem operações no Brasil atualmente, mas seus modelos foram importados por representantes no fim dos anos 90 e início da década passada.



Tags: Recall, Toyota, Nissan, Honda, Mazda, Ministério da Justiça, airbag.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência