Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 09/05/2013 | 17h22

Vendas de usados aumentam 5,7% no 1º quadrimestre

Foram comercializados 3,8 milhões de automóveis, motos, comerciais leves e pesados

REDAÇÃO AB

As vendas de veículos seminovos e usados cresceram 5,7% nos primeiros quatro meses deste ano em comparação com o mesmo intervalo de 2012, totalizando 3,8 milhões de automóveis, motos, comerciais leves e pesados comercializados. A média diária de vendas chegou a 47,3 mil unidades. Os dados foram divulgados pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto) na quinta-feira, 9.

Somente em abril foram vendidos mais de 1 milhão de veículos automotores, alta de 15% sobre março e de 19,8% ante abril de 2012.

Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto, diz que o crescimento está se consolidando depois de um período difícil em 2012. “Temos boas perspectivas para este ano e acreditamos que fecharemos o período com um crescimento expressivo”, aponta.

Dentre as regiões, a Nordeste registrou o maior crescimento nas vendas de usados, com expansão de 15,6% no quadrimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Na mesma base de comparação, na região Norte houve avanço de 9% e na Centro-oeste, de 7,1%.

Considerando somente abril, os mercados que apresentaram melhores alta em relação ao mês anterior foram do Centro-oeste (16,6%), Sudeste (15,8%), Nordeste (15%), Sul (14%) e Norte (6,5%).

Entre os automóveis seminovos e usados, os cinco modelos do ranking de vendas em abril são: Gol (94,7 mil unidades); Uno (56,4 mil); Palio (52 mil); Corsa (32,73 mil); e Celta (30,2 mil).



Tags: Fenauto, seminovos, usados, vendas, Ilídio dos Santos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência