Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Elétricos | 16/05/2013 | 19h59

Nissan Leaf: 25 mil unidades nos EUA

No mundo foram mais de 62 mil emplacamentos

REDAÇÃO AB

O Nissan Leaf, primeiro carro elétrico da marca produzido em larga escala, alcançou a marca de 25 mil unidades vendidas nos Estados Unidos. Somando os volumes do mundo todo, o modelo já teve mais de 62 mil emplacamentos desde o seu lançamento em 2010.

A fabricante destaca que em São Francisco, na Califórnia, o Leaf foi o carro mas vendido da marca em abril. O veículo também teve bom resultado em Los Angeles, Seattle, Portland e São Diego. A Nissan aponta que a demanda por veículos elétricos está crescendo e que há interesse pelo automóvel em regiões dos Estados Unidos onde ele ainda não foi lançado.

No processo de vendas do Leaf a companhia registrou que os clientes que chegam nas concessionárias interessados no carro já estão bem informados a respeito do produto. A empresa aponta que eles se mantêm conectados com outros proprietários e compartilham experiências. A Nissan também registrou que a presença de infraestrutura de recarga estimula a demanda pelo automóvel elétrico.

Com isso em vista, a organização trabalha para melhorar a oferta de postos de abastecimento nos Estados Unidos com o anúncio do plano de triplicar o número de carregadores rápidos para 600 no curto prazo. O bom volume de vendas também é fruto do início da produção do Leaf e de suas baterias na fábrica do Tennessee este ano, o que baixou o preço do produto para US$ 28.800. Esse valor fica ainda menor com os incentivos oferecidos em vários estados.



Tags: Nissan, Leaf, carro elétrico, vendas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência