Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 14/06/2013 | 16h40

Usiminas vende Automotiva por R$ 210 milhões para Aethra

Valor pode ser ajustado até o fechamento da operação, que passa por aprovação do Cade

REDAÇÃO AB

A Usiminas, maior produtora de aços planos no Brasil, informa por meio de comunicado na sexta-feira, 14, que acertou acordo para vender a totalidade de sua participação acionária na Automotiva Usiminas, que faz estamparia e serviços de pintura e montagem de cabines e carrocerias de caminhões, para a também mineira Aethra Sistemas.

O valor da venda é de R$ 210 milhões, mas poderá ser ajustado até a data de fechamento da operação, que ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

No comunicado, o vice-presidente de finanças e relações com investidores da Usiminas, Ronald Seckelmann, diz que a alienação da Automotiva “está alinhada com a estratégia da companhia de priorizar, em seu portfólio, os negócios associados diretamente às suas atividades principais, buscando maximizar seu posicionamento competitivo.”

A Automotiva Usiminas, segundo informações da agência Reuters, encerrou o primeiro trimestre com receita de R$ 78 milhões, volume 35% maior do que o registrado no mesmo intervalo de 2012 e equivalente a um sétimo do faturamento total de R$ 546 milhões da área transformação da Usiminas, que inclui negócios de distribuição de aço.

Desde que o executivo Julián Eguren assumiu a companhia em janeiro de 2012, em meio à crise enfrentada pela indústria siderúrgica mundial, já especulava-se a venda da Automotiva Usiminas (leia aqui).



Tags: Usiminas, Automotiva, Aethra, negócio, Ronald Seckelmann, siderúrgica, aço, caminhões.

Comentários

  • Marco Antonio Ferreira

    A Usiminas até a saída do seu presidente Rinaldo Campos Soares, era uma empresa solida e a siderúrgica mais bem posicionada no mercado interno com 62% do mercado brasileiro de aços planos. Com a entrada do seu novo presidente Marco Antônio Castelo Branco que destruiu a empresa , endividando-a e perdendo mercado para os concorrentes, hoje os Argentinos dominam a empresa toda sucateada, sem manutenção, a produção em queda, prejuízos em seu balanço. O final da empresa é triste.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência