Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing | 27/06/2013 | 18h40

Competitividade eleva necessidade de tornar eventos únicos

Lançamentos precisam passar a mensagem principal do carro de maneira diferenciada

SUELI OSÓRIO, PARA AB

O mercado cada vez mais competitivo é um desafio à criatividade dos profissionais do marketing de eventos. O mais importante, na opinião dos participantes do painel Marketing de Relacionamento e Eventos, durante o I Fórum de Marketing Automotivo, realizado por Automotive Business na quinta-feira, 27, em São Paulo, é transmitir durante o evento os principais atributos do produto de maneira marcante e diferenciada.

Para Marcel Sacco, CEO do Holding Clube, do qual faz parte o Banco de Eventos, é mais fácil criar para lançamentos de novos produtos, mas também é preciso passar a mensagem quando se trata de novas versões de um veículo já existente ou em caso de leves reestilizações.

Ele citou o case do lançamento do Volkswagen Fox. “O grande diferencial do modelo era o espaço interno. Fizemos um evento para 900 pessoas e colocamos todos os convidados sentados para a apresentação, como se estivessem dentro do carro.”

Outro case lembrado por Sacco foi um evento realizado para o Volkswagen Gol na Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR), com 700 convidados. “Colocamos os carros no meio da barragem e apagamos todas as luzes por quatro horas. A única luz era de uma projeção que fizemos no meio da usina. A ideia era associar o Gol a Itaipu para reforçar o conceito de brasilidade e de potência.”

Sacco mencionou ainda o evento feito pela empresa para a Land Rover, quando levaram 150 convidados divididos em três turnos para acampar em barracas a 300 quilômetros de Natal (RN), trabalhando o conceito de sofisticação e aventura. Os participantes saíram de Natal e percorreram uma trilha off-road por sete horas até chegar ao local. Ele lembrou também do lançamento do Citroën C3 com para-brisa Zenith, realizado em Brasília por ser reconhecida por ter o céu mais bonito do Brasil.

Fábio Rabelo, gerente de marketing digital e CRM da Volkswagen do Brasil, falou sobre a estratégia de lançamento do novo Fusca. “O primeiro desafio foi decidir se o nome seria Beetle ou Fusca, mas escolhemos o segundo por fazer parte da cultura do brasileiro”, contou.

Segundo Rabelo, a estratégia teve três pilares. O primeiro foi a criação de expectativa, fase em que o modelo foi deixado coberto apenas com os faróis acesos em shopping centers de São Paulo e do Rio de Janeiro. O segundo foi o lançamento em si, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2012. O terceiro foi a comunicação, que contou com vídeos na internet que tiveram milhares de acessos.

EVENTOS PRESENCIAIS VÃO ACABAR?

Durante o painel, Alexis Pagliarini, diretor de marketing do WTC Events Center, disse acreditar que, mesmo com a tecnologia, os eventos presenciais vão continuar. “Não acho que é a limitação de tecnologia que impede a realização de mais eventos virtuais. Os eventos presenciais vão continuar existindo para que as pessoas se encontrem e falem olho no olho.”

Sobre os grandes eventos que serão realizados no Brasil, como Copa do Mundo e Olimpíada, os participantes foram unânimes ao dizer que, do ponto de vista da infraestrutura, o País não está preparado. “Mas com relação à organização e a realização dos eventos, não ficamos em nada atrás de outros países.”



Tags: I Fórum de Marketing Automotivo, eventos, marketing.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência