Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 02/08/2013 | 17h58

Continental tem lucro líquido de € 1,1 bilhão no 1º semestre

Ganho representa crescimento de 13,8% sobre resultado de mesmo período de 2012

REDAÇÃO AB

A Continental, fabricante componentes automotivos e de pneus, viu seu lucro líquido crescer 13,8% no primeiro semestre quando comparado com mesmo período do ano passado, para € 1,1 bilhão, com lucro de € 5,71 por ação contra € 5,02 registrado há um ano, informa a empresa em comunicado. Entre janeiro e junho deste ano, a empresa gerou receita de € 16,5 bilhões, leve aumento de 0,4% com relação ao anotado em iguais meses de 2012. Neste período, o EBIT caiu 1,4%, para € 1,6 bilhão.

“Devido ao nosso posicionamento global e o aumento no número de veículos equipados com os nossos produtos, esperamos que as vendas consolidadas mostrem crescimento anual no terceiro trimestre, mas nenhuma melhoria em relação ao segundo trimestre. A principal razão para isso é que mercados de reposição de pneus para veículos leves estão se recuperando mais lentamente que o esperado, especialmente na Europa. Esperamos que, além disso, que o crescimento nos mercados asiáticos e na Nafta se estabilize durante o resto do ano. Por outro lado, haverá efeitos positivos da tendência de queda nos preços da borracha natural e sintética, principalmente atribuíveis à demanda reprimida no mercado de pneus. Esperamos que isso reduza a carga sobre a divisão de borracha na ordem de € 300 milhões no ano em curso”, declarou o presidente executivo do conselho da Continental, Elmar Degenhart.

Segundo o relatório financeiro, houve uma redução de € 864 milhões do endividamento líquido, agora em € 6 bilhões.

“Nosso endividamento líquido voltou a um nível que justifica a classificação na categoria de grau de investimento. Estamos muito satisfeitos que esta classificação foi confirmada pela Fitch, uma das três principais agências de rating”, disse o diretor financeiro Wolfgang Schäfer, referindo-se à reintegração da empresa no status de investimento divulgado em julho pela Fitch.

Ainda no primeiro semestre, a Continental investiu € 987 milhões nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, que correspondem a 6% do faturamento. Há um ano, os investimentos em P&D foram de 5,5%. As despesas em bens de capital (imóveis, instalações, equipamentos e softwares) somaram € 864 milhões ou 5,2% da receita ante os 5% do ano anterior.

“Nossa despesa de pesquisa e desenvolvimento e as nossas despesas de capital estão em um nível elevado, saudável. Isso mostra que - especialmente frente a um ambiente econômico desafiador - nós estamos continuando a reforçar a capacidade da empresa para atender às necessidades futuras”, enfatizou Degenhart.



Tags: Continental, balanço, lucro líquido, faturamento, receita, EBIT, dívida.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência