Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 29/08/2013 | 20h49

Novelis já percebe demanda estimulada pelo Inovar-Auto

Fabricante de alumínio laminado acredita que material chegará aos carros nacionais em 5 anos

GIOVANNA RIATO, AB

A Novelis, que produz alumínio laminado, enxerga o Inovar-Auto como importante porta de entrada para o setor automotivo no Brasil. Os negócios globais da companhia estão fortemente concentrados no setor de latas. Há ainda presença expressiva no fornecimento do metal para fabricantes de veículos em outros países. A expectativa é que, no mercado interno, o setor passe por grande mudança na área de materiais, abrindo espaço para o alumínio nos carros.

Roberta Soares, diretora de estratégia e desenvolvimento de negócios da Novelis, acredita que o novo regime automotivo será o grande motor dessa mudança, com a imposição de metas de eficiência energética, que demandam redução no peso dos veículos. “A diferença no interesse dos nossos clientes é muito grande entre antes e depois do Inovar-Auto”, conta. Segundo a executiva, as principais montadoras instaladas no Brasil já fizeram consultas para avaliar o uso de alumínio em seus veículos.

“Em cinco anos teremos peças de alumínio laminado nos carros nacionais”, projeta a diretora. Ela afirma que, na Europa, a Novelis já fornece chapas para carros com carroceria totalmente feita do material, como alguns modelos da Jaguar. Esse estágio ainda está distante da realidade brasileira. Apesar disso, Roberta acredita que o material deve ganhar participação aos poucos.

“Ao substituir uma peça de aço por alumínio, como o capô, por exemplo, a fabricante pode reduzir o peso do carro em até 10 quilos”, calcula. A executiva garante que, em muitos casos, a diferença de peso compensa o preço superior do metal, já que evita que a montadora faça outras alterações no veículo para chegar ao mesmo resultado.

NOVOS NEGÓCIOS

No Brasil a companhia já fornece chapas para fabricantes de implementos rodoviários e componentes menores para o setor de veículos leves. A intenção é aproveitar o relacionamento que já tem com empresas do segmento para criar uma nova demanda. A companhia já está pronta para isso. Em julho deste ano a Novelis concluiu aporte de US$ 350 milhões em sua fábrica de Pindamonhangaba (SP). O investimento deu conta de elevar a capacidade produtiva da planta para 600 mil toneladas por ano.

A unidade tem flexibilidade para produzir tanto laminados para o setor de bebidas, quanto para a indústria automotiva. Além disso, a companhia indica ter forte interesse em criar demanda local, importando componentes até que o volume de vendas justifique a fabricação nacional. “Um projeto precisa de anos até se tornar realidade, o que nos dá tempo para decidir a melhor forma de atender o cliente”, avalia Roberta.

Enquanto divulga os ganhos que o uso do alumínio pode trazer para as montadoras já instaladas no Brasil, a Novelis também nutre boas expectativas acerca da chegada de novos players no segmento, principalmente. Na Europa, a companhia fornece 70% do alumínio usado nas linhas de produção da BMW, o que pode se repetir na planta nacional da fabricante de veículos, que será construída em Araquari (SC). No caso da Audi e da Jaguar Land Rover, que também negociam investimento em fábricas nacionais, a Novelis é responsável pelo fornecimento de 100% do alumínio utilizado naquele continente.



Tags: Novelis, alumínio, materiais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência