Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Congresso SAE Brasil abre as portas de sua 22ª edição

Eventos | 07/10/2013 | 21h23

Congresso SAE Brasil abre as portas de sua 22ª edição

Evento apresenta tecnologias para o Inovar-Auto

GIOVANNA RIATO, AB

Entre 7 e 9 de outubro o Expo Center Norte, na capital paulista, sedia o Congresso SAE Brasil 2013. Com 148 palestras e a apresentação de 350 trabalhos técnicos, o encontro deve atrair 10 mil visitantes. A 22ª edição do evento, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade, tem como foco debater e apresentar soluções tecnológicas para atender as metas do Inovar-Auto de eficiência energética para os motores, pesquisa, desenvolvimento e engenharia.

A área de exposição do evento reúne novidades de 90 empresas. Entre as sistemistas, a preocupação é reduzir o peso dos componentes e apresentar tecnologias capazes de diminuir o consumo de combustível. Nessa linha, a Delphi destacou seu minicompressor variável, que promete economia de 5% a 11%. O componente já tinha sido apresentado anteriormente, mas agora, com contratos de fornecimento fechados, a empresa anuncia o início de sua produção no fim deste ano na fábrica de Jaguariúna (SP).

A linha de montagem já começa em ritmo acelerado e deve alcançar 800 mil unidades já em 2014. “Não podemos revelar o cliente, mas, pelo volume é possível concluir que é uma das marcas líderes de mercado”, indicou Luiz Corrallo, presidente da Delphi para a América do Sul. Ele admitiu também que a novidade será incorporada em um veículo global.

A organização também destacou o sistema de injeção direta para motores flexíveis. Segundo o executivo, a empresa já tem domínio da tecnologia e está pronta para fornecê-la assim que houver demanda, o que deve acontecer até 2017, com o impulso do Inovar-Auto. Esse tipo de sistema foi apresentado por outras três fabricantes de componentes: Continental, Bosch e Magneti Marelli, comprovando a tendência para o mercado nos próximos anos.

A Bosch avalia que a injeção direta para motores bicombustível têm potencial para reduzir em até 15% o consumo de combustível em ciclo urbano. “A tecnologia está pronta”, garante Besaliel Botelho, presidente da companhia para a América Latina. A gama de novidades que a empresa mostrou no Congresso SAE inclui ainda o sistema Star-Stop, que desliga o motor do carro em pequenas paradas no trânsito e, segundo Besaliel, será uma das soluções adotadas pelas montadoras para atender metas do Inovar-Auto.

Na avaliação do executivo, as novidades têm potencial para ganhar o mercado brasileiro até 2017 inclusive com produção local, caso haja demanda para isso. “O problema do custo de desenvolvimento dessas tecnologias será resolvido com ganhos de escala”, acredita.

A Magneti Marelli, que também desenvolveu um sistema de injeção direta para veículos flex, concorda que a inovação não vai demorar para chegar aos carros vendidos no Brasil. Eduardo Campos gerente da empresa, prevê que a novidade ganhará o mercado ao equipar modelos médios, em que o impacto no custo é menor, como já acontece com o novo do Ford Focus, que tem a tecnologia. “Esses motores exigirão novos desenvolvimentos e, por isso, devem chegar na próxima geração de veículos, em cerca de quatro anos”, analisa.



Tags: Congresso SAE, Inovar-Auto, tecnologia.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência