Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 15/10/2013 | 17h17

Toyota entrega proposta para produzir híbrido

Montadora pede incentivos ao Ministério da Fazenda

SUELI REIS, AB

Em reunião realizada na manhã de terça-feira, 15, em Brasília, o vice-presidente executivo da Toyota, Luiz Carlos Andrade Junior, apresentou ao secretário de política econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland de Brito, uma proposta para viabilizar a produção e venda do modelo híbrido Prius no País a partir de incentivos dados pelo governo para esse tipo de tecnologia, que combina dois motores, um a combustão e outro elétrico.

No encontro, o executivo revelou que a montadora tem a intenção de oferecer híbridos com motores a combustão flex, além de estudar sua produção local, ainda sem data definida.

“A ideia inicial seria importação, para depois verticalizar. Uma tecnologia como esta tem de ser incentivada. Apresentamos a possibilidade de virmos a produzir veículos híbridos no País”, disse Andrade Junior à reportagem da agência de notícias Reuters após sair da reunião, em Brasília.

A montadora tornou oficial ao governo sua intenção de produzir e vender veículos desse tipo por aqui após a Anfavea, em julho último, pleitear IPI zero até 2017 para empresas interessadas em importar carros híbridos ou elétricos no País, com o objetivo de facilitar a vinda desses modelos em maior escala.

A proposta da Anfavea foi dividida em três fases: a primeira consiste em importar esses veículos em um pacote de incentivos que permita sua venda no mercado nacional (a um preço mais acessível do que é hoje). Uma segunda fase prevê a nacionalização de tecnologias por empresas que pretendem continuar com este pacote de incentivos a um nível ainda não determinado. Por fim, a proposta incentiva a montagem de híbridos e elétricos no Brasil. Ainda há uma vertente do projeto que defende estudos para o uso de células de combustível com extração de hidrogênio a partir do etanol.

HÍBRIDOS NO BRASIL

O Toyota Prius foi apresentado ao público brasileiro durante a última edição do Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2012, mas só começou a ser vendido em janeiro deste ano, a um preço sugerido de R$ 120.830. Atualmente, o modelo híbrido integra um programa da Prefeitura de São Paulo, iniciado no fim de 2012, cuja frota já soma 116 unidades.

Em janeiro deste ano a Anfavea passou a incluir em suas estatísticas os volumes de vendas desses veículos no País. Até setembro, a entidade registrou o licenciamento de 344 unidades, entre híbridos e elétricos. Deste grupo participam apenas três modelos: o Ford Fusion Hybrid, o primeiro da categoria a chegar no mercado brasileiro, em 2011, o Toyota Prius e o Nissan Leaf, este 100% elétrico, também vendido somente para frotas de táxis de São Paulo e do Rio de Janeiro.



Tags: Toyota, híbrido, Prius, Luiz Carlos Andrade Junior, Ministério da Fazenda, flex, elétricos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência