Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 17/10/2013 | 19h50

Volvo Cars descarta fábrica no Brasil

Fugirá da guerra entre os carros premium feitos no País para manter qualidade

CAMILA FRANCO, AB

A Volvo Cars, que mantém duas fábricas de automóveis no mundo, uma no seu país sede, a Suécia, e outra na Bélgica, descarta qualquer possibilidade de produzir no Brasil. Durante apresentação da nova linha R-Design para os modelos XC60, S60, V60 e V40, em evento em São Paulo, o presidente da Volvo Cars Brasil, Paulo Solti, declarou que o País não está nem nos planos a médio prazo da empresa.

“A Volvo terá em breve fábrica na China, projeto que já está sendo aprovado pela matriz. No Brasil, continuará a estratégia de importação, mesmo com o Inovar-Auto, que nos limita a uma cota anual de 3 mil veículos importados sem o IPI majorado”, apontou.

Segundo o executivo, a Volvo não quer entrar na futura “guerra” dos veículos premium fabricados no País. “A nossa visão é outra, pois o nosso público é diferenciado. É aquele que paga mais de R$ 110 mil por um veículo de altíssima qualidade e segurança e que, sobretudo, reconhece o valor da marca Volvo. Acredito que as fabricantes de luxo que estão vindo para o Brasil poderão ter suas marcas prejudicadas a médio prazo. Eles vão ter de trabalhar com altos volumes produtivos para justificar o investimento em suas fábricas. Mas, para produzir mais, terão de vender mais. E a única alternativa para isso será tirar vários equipamentos de série a fim de que seus modelos se tornem mais acessíveis ao mercado brasileiro. A Volvo jamais faria isso, pois prejudicaria a sua imagem.”

Até mesmo a produção local por meio do Grupo Geely, seu acionista majoritário, está descartada. Solti enfatizou: “Geely é Geely. Volvo é Volvo. Essas duas empresas não vão se misturar no Brasil. A Geely pode até produzir veículos da Kia por aqui, mas o mesmo não acontecerá com os modelos Volvo”, disse, em alusão ao fato de Geely e Kia serem representados no Brasil pelo mesmo Grupo Gandini.

Com a cota de 3 mil carros por ano, a Volvo espera emplacar no ano que vem 1,8 mil unidades do XC60 (SUV), seu líder de vendas, 300 dos modelos S60 (sedã) e V60 (perua), 700 do V40 (hatch) e cerca de 200 de um novo veículo a ser lançado em 2014.



Tags: Volvo Cars, Volvo, Paulo Solti, carros, premium, fábrica, importação, Inovar-Auto, cota.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência