Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Aftermarket | 04/12/2013 | 12h26

Honda amplia capacidade do CT de Sumaré

Com mais boxes, estrutura tem instalações para instruir até 200 mecânicos por semana

MÁRIO CURCIO, AB | De Sumaré (SP)

Para atender a demanda crescente de treinamento de profissionais em sua rede de concessionárias, a Honda ampliou seu Centro de Treinamento de Sumaré (CTS). A estrutura foi fundada em janeiro de 1998, já havia sido ampliada e passou recentemente de 14 para 30 boxes de serviço, com reestruturação de ferramentas e material de apoio. Também há mais salas de aula. “Temos capacidade instalada para treinar 200 mecânicos de carros e motos por semana”, afirma o gerente de serviços, Anderson Meireles. A empresa abriu as portas do CTS à imprensa quando comunicou a nova garantia de três anos da linha CG (leia aqui).

Embora o volume de motos Honda vendidas seja maior que o de carros dessa mesma marca, Meireles afirma que o número de profissionais treinados é semelhante para os segmentos de duas e quatro rodas porque os carros são mais complexos. Chama a atenção no CTS uma carroceria pintada de cores distintas (que indicam o emprego de diferentes tipos de aço). Ela está sobre um alinhador de chassi, “um equipamento de cerca de R$ 300 mil que todas as concessionárias têm de ter”, diz Meireles. A fabricante também tem centros de treinamento semelhantes em Recife e um recém-inaugurado em Manaus.

Os mecânicos não chegam “crus” às sessões de treinamento. É preciso demonstrar conhecimento e cumprir algumas etapas pela internet. Segundo a fabricante, 16 mil profissionais foram treinados nos últimos dois anos. Além das estruturas fixas, a Honda tem três unidades móveis específicas para motocicletas, que vêm atuando nos Estados do Maranhão, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Juntas, elas capacitaram 834 pessoas em 2013.

Além dos locais para treinamento, a Honda tem quatro centros de distribuição de peças. O maior deles fica em Sumaré e tem 25 mil metros quadrados. Também no Estado de São Paulo, o de Indaiatuba ocupa 20 mil m². O do Nordeste fica em Recife (PE) e ocupa 6 mil m². Na Região Norte está o de Belém (PA), também com 6 mil m².

Centro
Em sentido horário, a partir do alto, à esquerda: cada cor indica a aplicação de um tipo de aço. Carroceria está sobre alinhador de chassi, item obrigatório na rede Honda; sala reúne diferentes motores para automóveis; cada boxe tem o próprio quadro de ferramentas; mecânicos cumprem etapas de treinamento pela internet para não chegar "crus" aos centros de treinamento (fotos: Mário Curcio)



Tags: Honda, CG, CTS, Anderson Meireles, aço, mecânicos, alinhador de chassi, centros de treinamento, centros de distribuição de peças.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência