NOTÍCIAS
06/01/2014 | 16h16

Combustíveis

Raízen já ergue usina de etanol de 2ª geração

Nova unidade em Piracicaba vai produzir 40 milhões de litros por ano do biocombustível


REDAÇÃO AB

A Raízen vem construindo em Piracicaba (SP) sua primeira unidade de produção de etanol celulósico no Brasil. A nova usina para etanol de segunda geração tem capacidade para 40 milhões de litros por ano. Com investimento de R$ 230 milhões, as instalações entram em operação no quarto trimestre de 2014.

Parte dos recursos foi obtida com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O biocombustível de segunda geração é produzido a partir do bagaço, folhas, cascas e outros resíduos da produção de cana-de-açúcar. Com Por ficar ao lado da unidade Costa Pinto, a nova usina terá total com a unidade de primeira geração, reduzindo custos e aproveitando muito do sistema logístico já existente na região.

“A Raízen aposta no etanol celulósico para elevar a sua produtividade, sem aumentar a área cultivada, aproveitando os resíduos da cana”, explica o diretor de bioenergia e tecnologia da Raízen, João Alberto Abreu. “Acreditamos que podemos aumentar em 50% a produção de etanol sem a necessidade de grandes investimentos na lavoura”, completa.

Segundo a companhia, a dinamarquesa Novozymes será a fornecedora exclusiva de enzimas desenvolvidas para a produção do etanol de segunda geração. Elas são responsáveis por converter o material celulósico em açúcar, uma das etapas do processo de fabricação.

Desde 2012, a Raízen, em parceria com a Iogen Corporation, empresa canadense de biotecnologia, mantém uma planta-teste de etanol celulósico na cidade de Ottawa, no Canadá. O objetivo é adquirir experiência para pôr em funcionamento a primeira unidade comercial da Raízen no Brasil. Até o momento, a companhia já enviou mais de mil toneladas de bagaço de cana-de-açúcar para o Canadá.

Uma equipe da Raízen acompanha o desenvolvimento do projeto fora do país. Juntas, Raízen e Iogen Corporation formaram a Iogen Energy, joint venture detentora da tecnologia de produção do etanol de segunda geração.

Comentários: 1
 

Jefferson
07/01/2014 | 10h16
A fabricação de etanol de segunda geração utilizando bagaço de cana-de-açúcar, e residuos fibrosos da planta, utilizando enzimas ja e uma realidade na qual o Brasil esta se aprimorando atraves da Raízen em desenvolver uma usina de etanol de 2° geração.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 15/11/2017
Mudança na mobilidade domina discussões do Congresso SAE Brasil

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro