Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 17/02/2014 | 15h15

Fiat quer faturar 7% a mais em todo mundo em 2014

Prevê receita líquida de € 93 bi; endividamento deve chegar a € 9,8 bi

REDAÇÃO AB

A Fiat divulgou suas expectativas financeiras para 2014 em carta apresentada em Turim na segunda-feira, 17. O documento é endereçado à Comissão Nacional para as Empresas e a Bolsa (Consob, na sigla em italiano), reguladora dos mercados na Itália. A fabricante acredita que a receita líquida do grupo chegará a € 93 bilhões, em alta de 7% em relação ao resultado obtido em 2013 (leia aqui).

Na visão da Fiat, os negócios deverão ser impulsionados por mercados da América do Norte, principalmente Estados Unidos. “A região deverá registrar crescimento contínuo, mas em ritmo inferior aos dos anos anteriores. Contribuirão para avanço das vendas os lançamentos dos últimos 12 meses, como o Jeep Cherokee e o novo Chrysler 200, que começará a ser vendido no segundo trimestre de 2014”, aponta o documento.

Na região Ásia-Pacífico, a Fiat também espera por aumento da demanda de veículos, além de mais participação em mercados-chave, como China e Austrália. Já na América Latina, Europa e África, o grupo projeta estabilidade dos negócios, em linha com os resultados de 2013. Na América Latina, que inclui as operações brasileiras, é prevista manutenção do market share, apesar do aumento da concorrência entre modelos populares. As marcas de luxo do grupo também são apostas para contribuir com aquecimento das vendas, especialmente carros da Maserati.

É esperada até o fim de ano dívida líquida entre € 9,8 bilhões e € 10,3 bilhões. A Fiat encerrou 2013 com dívida de € 6,65 bilhões. O endividamento será maior por causa da compra da fatia restante da Chrysler (leia aqui).



Tags: Fiat, 2014, projeção, receita, lucro, faturamento, Chrysler, Jeep.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência