Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 28/03/2014 | 19h00

Ford relança versão Sport da Ranger

Nova picape tem motor 2.5 flex e preço sugerido de R$ 67.990

MÁRIO CURCIO, AB

Reportagem atualizada em 31/3, às 9h13.

A Ford está relançando a versão Sport da picape Ranger. A primeira e segunda gerações foram mostradas em 2007 e 2010. Desta vez ela ressurge com propulsor 2.5 flex, que produz até 173 cv com etanol. A novidade já está na rede em versão única, sem opcionais, com preço sugerido de R$ 67.990.

A geração atual da Ford Ranger foi relançada para Brasil e Argentina em julho de 2012 (leia aqui), mas a renovação não lhe garantiu grande volume de vendas no Brasil. Em 2013 ela ficou em quarto lugar entre as picapes médias, atrás de Chevrolet S10, Toyota Hilux e VW Amarok, nesta ordem. Em volume, vendeu 59,3% a menos que a líder e superou a quinta colocada, Mitsubishi L200, por pouco mais de 700 unidades.

“A procura foi maior que a oferta, especialmente nas versões mais completas”, explica a supervisora de marketing, Katia Ribeiro. A demanda por versões flex no interior de São Paulo ou XLT e Limited a diesel no Centro-Oeste teriam superado as expectativas da montadora.

A montadora atribuiu a dificuldade de aumentar o volume de produção na Argentina (de onde vem a Ranger vendida no Brasil) à falta de componentes. O motivo seriam as boas vendas da picape na Tailândia e também na Austrália. “No desenvolvimento da nova Ranger foi estabelecido um volume global, mas esse volume excedeu as expectativas”, diz Katia.

“Este ano estamos corrigindo isso e queremos consolidá-la no terceiro lugar entre as picapes médias”, diz Katia. No primeiro bimestre de 2013 a Ford argentina havia montado cerca de 5 mil unidades. Em janeiro e fevereiro deste ano foram 6,5 mil aproximadamente, segundo a montadora. No Brasil, com 3.503 unidades emplacadas nos dois primeiros meses de 2014, ela superou a Amarok, mas em apenas 25 unidades.

NOVA RANGER SPORT É BEM COMPLETA
Ford
Versão Sport tem som completo, controles de áudio e piloto automático no volante, vidros, travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado e direção hidráulica. Conforto geral e engates do câmbio são bem melhores que os da primeira geração, de 2007. A Keko fornece o santantônio e o protetor frontal do para-choque, também de série na picape.

A versão Sport já teve mais de 10 mil unidades vendidas desde a primeira geração. Agora ela utiliza o mesmo motor Duratec que equipa o Fusion 2.5 flex e que vem sendo oferecido desde o ano passado para as versões XL e XLS da Ranger. Atualmente, segundo a Ford, 40% das Ranger vendidas no Brasil têm esse motor.

A versão Sport deve atrair consumidores de 30 a 40 anos, solteiros ou casados e sem filhos. “São pessoas que vivem na cidade, muitas vezes praticam esportes radicais e precisam de uma caçamba grande para transportar motos e outros equipamentos nos fins de semana”, diz Katia Ribeiro. “Há também aqueles que nunca vão explorar as vantagens que uma picape como essa oferece, mas buscam um status que as picapes pequenas não dão”, afirma a executiva.

Além de direção hidráulica e do ar-condicionado, a Sport traz vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico, controles de áudio e do piloto automático no volante, computador de bordo, CD/MP3 player com entrada USB, Bluetooth e tela de cristal líquido de 4,2 polegadas. Os freios trazem ABS e EBD, que distribui a força de frenagem de modo equilibrado entre as rodas dianteiras e traseiras. Por fora, ela vem com faixas decorativas, faróis auxiliares e rodas de liga leve com pneus de uso misto. O protetor frontal e o santantônio são fornecidos pela Keko.

Automotive Business dirigiu a nova picape por pouco mais de 40 quilômetros. As acelerações e retomadas de velocidades são rápidas, mas é preciso dar um desconto, já que picapes quase sempre têm bom desempenho quando estão vazias.

Os engates do câmbio são mais fáceis que os da primeira geração da Sport. O conforto também é superior, mas ainda não se compara a um carro de passeio. A caçamba da Ranger mede 2,32 metros, tem 1,56 m de largura e transporta, em volume, 1,8 mil litros. A capacidade de carga é de 1.455 quilos.



Tags: Ford, Ranger, Sport, Katia Ribeiro, Toyota, Hilux, VW, Amarok, Mitsubishi, L200, Chevrolet, S10, Duratec.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência