Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 02/04/2014 | 16h50

Brasil tem mais de 40 milhões de veículos

São 5 habitantes para cada carro em circulação, aponta Sindipeças

REDAÇÃO AB

O Sindipeças, sindicato que reúne fabricantes de autopeças no Brasil, divulgou na quarta-feira, 2, estudo sobre a frota de veículos circulante no País. Segundo levantamento do sindicato, o volume de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus ultrapassou 40 milhões de unidades em 2013. O aumento em relação ao ano anterior foi de 5,7%, menor do que o crescimento de 2012 sobre 2011, da ordem de quase 9%.

Do total da frota, 31,5 milhões são automóveis; 6,3 milhões, comerciais leves; 1,7 milhão, caminhões; e 386,3 mil, ônibus. O estudo mostra também que 659 mil tratores circularam em 2013, volume 6,7% maior do que o de 2012. A quantidade de motocicletas também avançou, o equivalente a 5,1%, para 13 milhões de unidades.

Dos mais de 40 milhões de automóveis, 14% são importados. A participação destes veículos vem crescendo ao longo dos anos e, no ano de 2013, somou quase 6 milhões de unidades. Em 2012, os automóveis importados totalizaram 5 mil unidades e representavam 13,2% da frota. O crescimento da participação dos importados foi de 5,7% de 2013 sobre 2012.

A razão entre a população residente e o volume da frota circulante em 2013 revelou que no Brasil havia no ano passado 5 habitantes por veículo. Na comparação entre 2013 e 2000, esta relação declinou 40%. Em 2000, o País tinha 8,4 habitantes por veículo.

IDADE MÉDIA

A idade média da frota passou de 8 anos e 7 meses em 2012 para 8 anos e 5 meses em 2013. A renovação é lenta, segundo o Sindipeças, porque, apesar dos veículos novos que entram na frota anualmente, a base em circulação é grande.

Aproximadamente 43% da frota é formada por veículos de até 5 anos de idade; 39% têm entre 6 e 15 anos; e 4% circulam há mais de 20 anos. “Os veículos mais velhos só deixarão de circular quando houver um programa de renovação de frota que resulte de parceria entre o setor privado e governo federal, com forte ênfase na segurança veicular”, afirma em nota Elias Mufarej, conselheiro do Sindipeças. “O Brasil precisa eliminar a terrível marca de ser um dos países em que mais ocorrem acidentes de trânsito, muitas vezes provocadas por falhas mecânicas.”

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

O estudo aponta que apenas cinco estados concentram 72% de toda frota nacional de automóveis e comerciais leves. São Paulo tem 37%; Minas Gerais, 10%; Rio de Janeiro, 9%; e Rio Grande do Sul e Paraná, cada um com 8%.

COMBUSTÍVEL

No ano passado, os veículos movidos a biocombustível registraram mais da metade da frota total. Já os veículos a gasolina representaram 38%. Somados, chegam a 90% de todos os automotores circulantes. Os 10% restantes são movidos a diesel ou a álcool.

Para ver o levantamento completo do Sindipeças, clique aqui.



Tags: Sindipeças, frota, veículos, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas.

Comentários

  • ARI

    Gostaria de saber deste total da frota, quantos possem seguros? Se possivel aberto por categoria, automóveis, caminhões, etc...

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência