Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Duas Rodas | 08/04/2014 | 19h38

Ducati passa a montar Multistrada 1200 no Brasil

Empresa eleva produção em Manaus para dez unidades diárias

REDAÇÃO AB

A Ducati começa a montar no Brasil neste mês as bigtrails Multistrada 1200. As motocicletas juntam-se aos modelos Monster 796 e Diavel, que já vêm sendo produzidos em Manaus dentro da fábrica da Dafra. A nova linha usa motor de 150 cv de potência.

A nacionalização da moto vai elevar a produção da Ducati no País para dez motos por dia. “A iniciativa reforça nossa aposta no mercado do brasileiro”, afirma o diretor-geral da Ducati do Brasil, Ricardo Susini.

“A meta, nos próximos anos, é tornar a operação nacional uma das cinco mais importantes no mundo e principal fornecedora para a América Latina”, completa o executivo. A Multistrada 2014 será montada em três versões.

A mais acessível será a 1200 ABS, com preço sugerido de R$ 59,9 mil e dotada de freios antitravamento e controle de tração em oito níveis. A versão 1200 S Touring, de R$ 71,9 mil, traz ainda suspensão eletrônica semiativa, manoplas aquecidas, bagageiro lateral e cavalete central.

A topo de linha Pikes Peak, por R$ 81,9 mil, reúne os principais itens das outras duas versões, além de entradas de ar, protetor frontal, tampa da correia do comando, para-lama dianteiro e extratores de ar laterais de fibra de carbono, escapamento Termignoni desse mesmo material (fornecido em complemento ao equipamento original) e para-brisa também de fibra de carbono (novamente fornecido em complemento ao original).



Tags: Ducati, Multistrada, Monster, Diavel, Dafra, Manaus, Ricardo Susini, Pikes Peak.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência