Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Volvo lança transmissão I-Shift para linha VM

Lançamentos | 15/04/2014 | 18h50

Volvo lança transmissão I-Shift para linha VM

Já vendeu 500 semipesados com a caixa de câmbio eletrônica; metade dos pedidos

CAMILA FRANCO, AB | De Balneário Camboriú (SC)

As vendas de caminhões semipesados VM com caixa de câmbio eletrônica I-Shift começaram há pouco tempo, no fim de março, mas a Volvo já comemora. Durante evento de apresentação da transmissão, na terça-feira, 15, Francisco Mendonça, gerente de vendas da linha para América Latina, diz que 50% dos pedidos, o equivalente a 500 veículos, já são de caminhões VM com este câmbio, produzido pela própria Volvo. As entregas dos modelos começam em julho.

“É um início excelente do opcional no mercado. Na Europa, quando começamos as vendas, em 2013, a transmissão automatizada representava apenas 20% do total da gama VM e hoje responde por cerca de 40% das encomendas no continente. No Brasil, já começamos com 50% e nosso objetivo é que o I-Shift seja tão bem sucedido quanto tem sido na linha do extrapesado FH, na qual está presente em mais de 90% dos modelos produzidos.”

Segundo Mendonça, a transmissão, com 2.3 kNm de capacidade de torque, estará disponível para todos os VM, sejam eles equipados com motores de 270 ou de 330 cavalos de potência, e com tração 4x2, 6x2, 6x4, 8x2 ou 8x4. Para o caminhões com powertrain de 270 cavalos (que na versão manual têm transmissão manual da Eaton), só o câmbio I-Shift sai por R$ 20 mil. Nos VM com motor de 330 cavalos (têm opção da transmissão manual da própria Volvo), o I-Shift custa R$ 15 mil.

O gerente considera os valores competitivos, mesmo diante de modelos da concorrência, como o Mercedes-Benz Atego, apresentado este mês (leia aqui). “A nossa estratégia consiste em oferecer o modelo mais básico da linha VM, o 6x2, de 270 cavalos, com transmissão automatizada, pelo preço mais baixo do que os concorrentes similares. Ele sai por R$ 240 mil. A Volvo acaba levando vantagem por ter uma gama diversificada de aplicações, que vai desde veículos para distribuição urbana, como rodoviários e fora de estrada.”

Atualmente, a Volvo tem 12% de participação nas vendas de semipesados. Vendeu cerca de 7,1 mil VM somente no ano passado. Mendonça não revela quanto pretende crescer, mas demonstra otimismo. “O nosso market share neste segmento vem aumentando significantemente. Era de 6,4% em 2009 e hoje dobrou de tamanho. Com esta novidade, temos oportunidade de avançar.” O segmento de semipesados é liderado pela Man Latin America, com 30% de participação no primeiro trimestre de 2014.

CÂMBIO IGUAL AO DO FH

Álvaro Menoncin, gerente de engenharia de vendas da Volvo, conta que o trabalho de adaptação do I-Shift para a linha VM começou há mais de dois anos, com mais de 1 milhão de quilômetros rodados, mas que a caixa, feita com carcaça de alumínio, é praticamente a mesma que equipa o extrapesado FH, de até 540 cavalos.

“O trabalho de engenharia foi feito a seis mãos. Da Volvo, que desenvolveu o câmbio I-Shift; da MWM, que fabrica os motores da gama VM; e da Bosch, que nos ajudou a desenvolver a única mudança para a caixa dos semipesados, que é o sistema de gerenciamento de trocas de marchas controlado por um software específico para a linha VM.”

Com a caixa automatizada, que tem embreagem mas não tem pedal, é mais fácil de dirigir o caminhão. “O motorista só tem ganhos: mais conforto por não precisar trocar as marchas, menos cansaço e consumo de combustível, além de mais segurança e produtividade”, exemplifica Menoncin. Mas, se desejar, também é possível trocar as 12 marchas do câmbio manualmente. O motorista pode escolher dirigir no modo econômico, quando está em velocidade de cruzeiro; ou no modo potência, em trechos íngremes. O seletor do modo de condução está no painel do veículo, ao alcance das mãos.



Tags: Volvo, VM, lançamento, semipesados, caixa, câmbio, I-Shift, automatizada.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência