Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Renault investirá mais R$ 740 milhões no País

Negócios | 17/04/2014 | 15h26

Renault investirá mais R$ 740 milhões no País

Ciclo anterior, de R$ 1,5 bi, foi concluído com antecedência de 2 anos

REDAÇÃO AB

Na quinta-feira, 17, a Renault confirmou ao governador do Paraná, Beto Richa, novo ciclo de investimento de R$ 740 milhões. Destes, R$ 500 milhões serão aplicados de 2014 a 2019 no desenvolvimento e na produção de dois novos veículos da marca. O anúncio foi feito por Carlos Ghosn, CEO da Aliança Renault-Nissan, que veio ao Brasil também para a inauguração da fábrica da Nissan em Resende (leia aqui).

A companhia anunciou ainda a instalação de um centro de distribuição de peças no município de Quatro Barras (PR). Com 66 mil metros quadrados, a unidade ficará dentro de um condomínio industrial e terá papel estratégico para o crescimento da marca no País. Segundo a companhia, serão aplicados ali R$ 240 milhões para atender as operações dos próximos 10 anos. A inauguração está prevista para o segundo semestre de 2015, com a geração de 250 empregos.

A companhia não divulga quais modelos serão nacionalizados dentro do novo programa de investimentos. Especulações apontam que seria o crossover Captur e uma inédita picape derivada do Duster, dessa forma a montadora entraria em dois segmentos nos quais ainda não tem presença.

O novo investimento pretende sustentar o crescimento da Renault no Brasil no longo prazo. A empresa já se firmou como a quinta maior marca do mercado nacional e, no primeiro trimestre deste ano, respondeu por 6,7% do total de veículos leves vendidos no País. O objetivo agora é alcançar fatia de 8% até 2016.

O anúncio dá continuidade ao programa anterior, de R$ 1,5 bilhão de 2010 a 2015. Segundo a Renault, o ciclo foi concluído com quase dois anos de antecedência, por isso foi necessário definir novo investimento. A organização comemora ter alcançado seus objetivos no período anterior. A estratégia foi ampliar os negócios com base em três pilares. O primeiro era o aumento da capacidade produtiva na fábrica paranaense, que passou de 280 mil veículos por ano para 380 mil.

Além disso, a fabricante renovou sua gama de produtos. Só em 2013, foram renovados dois modelos, o utilitário Master e o sedã Logan. A ampliação da rede de concessionárias era o terceiro ponto do tripé estratégico da companhia e foi cumprido com a inauguração de 100 casas, totalizando 275 revendas espalhadas pelo País atualmente.



Tags: Renault, investimento, Paraná, desenvolvimento, veículos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência