Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Eventos | 17/04/2014 | 18h14

Mustang celebra 50 anos no alto do Empire State

Ford revive cerimônia de lançamento do modelo feita em abril de 1964

REDAÇÃO AB

A Ford está comemorando os 50 anos do Mustang. Em Nova York, o presidente executivo da montadora, Bill Ford, abriu a exposição de um Mustang 2015 conversível e amarelo no topo do Empire State Building, revivendo lançamento do carro cinco décadas atrás.

Parte do sucesso do modelo se atribui não só a seu desenho inovador, mas também ao fato de ser lançado no momento em que os baby boomers (bebês nascidos logo após o fim da 2º Guerra Mundial) atingiam a idade adulta e a capacidade de comprar (ou influenciar a compra de) automóveis.

No topo do arranha-céu, Bill Ford falou sobre a importância da comemoração: “O Mustang é um carro emblemático e tem uma conexão emocional com muitas pessoas. Também é especial para mim. Meu primeiro carro foi um Mustang 1975”, disse.

“É um ícone cultural, conhecido e admirado em todo o mundo." O conversível 2015 será retirado do topo do prédio na sexta-feira, 18. Uma operação complexa foi planejada com meses de antecedência para o transporte, montagem e desmontagem do carro no 86º andar do prédio.

Dois grandes eventos estão sendo realizados nos autódromos de Charlotte e Las Vegas, nos Estados unidos, em parceria com o Mustang Clube da América, para fãs de várias partes do mundo. Os encontros ocorrem até domingo, com caravanas, exposições, test-drives e competições.

O Mustang teve mais de 9,2 milhões de unidades vendidas e 3,3 mil participações no cinema e em programas de TV.



Tags: Ford, Mustang, Bill Ford, baby boomers, Empire State Building.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência