Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 10/06/2014 | 20h17

International celebra 1 ano de produção de caminhões

Unidade de Canoas entregou quase 1 mil veículos no período

REDAÇÃO AB

Precisamente em 11 de junho de 2013, a International inaugurava a produção de sua fábrica de caminhões em Canoas (RS), que ao longo deste um ano fabricou quase 1 mil unidades. Atualmente, a unidade, que já produzia motores do grupo Navistar desde 1999, emprega 150 funcionários e conta com uma capacidade produtiva de 1,7 mil unidades por ano, considerando um turno de trabalho, ou 5 mil unidades em três turnos.

“A nossa fábrica própria era um antigo sonho que foi tomando forma a partir de 2010 e 2011, quando lançamos o 9800i - a geração atual do modelo - e o DuraStar. Após mais de um ano de estudos para definirmos o local da nova fábrica, concluímos que a melhor solução estava mesmo dentro de casa: além da boa infraestrutura logística e boa qualidade de mão-de-obra na região, também pesou muito o fato de já termos uma unidade industrial própria que poderia ser rapidamente configurada para produzir nossos caminhões”, lembra Guilherme Ebeling, presidente da International Caminhões Brasil.

Após um ano de operação, a fábrica de Canoas contabiliza feitos significativos: “Apenas três meses após o início da produção, aceleramos o ritmo até próximo da capacidade total (operando em um turno), em grande parte para atender as licitações que vencemos junto ao governo federal no ano passado”, conta Ebeling. “E mesmo nesse contexto desafiador estabelecemos índices de qualidade iguais ou mesmo superiores aos das fábricas do grupo na América do Norte”.

Como parte de seu plano para o futuro da unidade, a empresa trabalha na melhoria de seus processos industriais e logísticos. “Neste ano de produção em Canoas identificamos oportunidades para sermos mais competitivos e agora trabalhamos fortemente para colocá-las em prática”, finaliza Ebeling.



Tags: International, fábrica, caminhões, Canoas, Guilherme Ebeling.

Comentários

  • Antonio José PEREIRA

    Fico feliz em ler essas notícias tão animadoras, em vista da minha experiência como Vendedor Téc., especialista em Logística e Produção Ind., me disponibilizando para uma das suas concessionárias, imbuído de todo euforismo naquele fértil horizonte desafiador ao ter em mãos o melhor produto do mundo. Desse ambiente inóspito, me valera à experiência com a marca. Supostamente pelas graves dificuldades das relações da engenharia junto ao marketing, na escolha e definição das nomeações de revendas. Pelo visto, são elas descapitalizadas (oficinas fundo de quintal), más que tenham o perfil mínimo de lideranças profissionais e experiência, ou o preparo capacitacional de pessoas competentes, inerentes ao que o produto amplamente nos oferece com seus benefícios específicos, em relação aos produtos da concorrência tradicional dominante.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência