Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 13/06/2014 | 16h53

Michelin anuncia compra da brasileira Sascar por R$ 1,6 bilhão

Empresa entrará no setor de gestão de frotas e rastreamento de cargas

REDAÇÃO AB

A Michelin anunciou esta semana seu maior investimento em aquisição já realizado no Brasil: por R$ 1,6 bilhão - equivalente a € 520 milhões –, a fabricante de pneus comprou a empresa brasileira Sascar, especializada em serviços de gestão de frotas e rastreamento de cargas. Do total estimado para o negócio, R$ 1,35 bilhão será pago aos sócios investidores da Sascar, dos quais cerca de R$ 580 milhões serão para o fundo GP Investments, principal sócio da Sascar, com a venda de sua participação de 46%. Os demais R$ 247 milhões representam dívidas da empresa que serão assumidas pela Michelin.

O negócio marca a entrada da fabricante de pneus no mercado de rastreamento de veículos no Brasil, com a oportunidade de expandir a operação para outros países. A Sascar, cuja receita cresceu a um ritmo anual médio de 16% nos últimos três anos, deve injetar adicionais R$ 280 milhões - ou € 91 milhões - ao faturamento de € 1,5 bilhão da Michelin na América do Sul.

“A Michelin irá se beneficiar da base de clientes, das habilidades técnicas e do marketing construídos pela Sascar no mercado de telemática, que está em rápida expansão para frotas de caminhões e, assim, acelerar o desenvolvimento de serviços para seus clientes em todo o mundo. Isso nos ajudará a fortalecer uma área importante de crescimento para o grupo”, explica em nota o CEO do Grupo Michelin, Jean-Dominique Senard.

A compra abre oportunidades para ambas as envolvidas: enquanto a Sascar aproxima a Michelin da nova atividade, em expansão no País, a fabricante de pneus, por sua vez, oferecerá acesso e relacionamento com grandes transportadoras, fazendo com que seus 300 pontos de serviços dedicados ao atendimento de veículos comerciais possam se tornar postos de instalação de rastreadores. A Sascar gerencia atualmente uma frota de 190 mil caminhões, dos quais a maioria é formada por caminhoneiros autônomos e pequenos frotistas.

"A Sascar tem cerca de 18 mil clientes, mas menos de uma centena deles tem frotas com mais de 100 caminhões. Por outro lado, a Michelin tem um relacionamento excepcional com grandes transportadoras de carga e frotas de ônibus. No mínimo, teremos todos esses clientes da Michelin para oferecer nossos serviços”, afirmou Marcio Trigueiro, um dos sócios da GP e presidente da Sascar ao jornal Valor Econômico. O executivo continuará no cargo mesmo após a fabricante de pneus assumir a empresa.

Com conclusão prevista para três meses, a transação ainda será avaliada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).



Tags: Michelin, Sascar, gestão de frota, rastreamento de cargas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência