Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Trabalho | 24/07/2014 | 18h58

GM quer aplicar layoff em São José dos Campos

Sindicato é contra e cobra investimentos prometidos à unidade

REDAÇÃO AB

A General Motors comunicou o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e trabalhadores de que pretende aplicar o layoff ou suspensão temporária dos contratos de trabalho na fábrica local. O sindicato é contrário ao layoff, alegando que a produção na unidade estaria em ritmo normal, diferentemente do que ocorre com as de São Caetano do Sul (SP) e Gravataí (RS), que tiveram queda de produção.

Em ofício protocolado na quinta-feira, dia 24, a entidade que reúne os trabalhadores cobrou da GM estabilidade no emprego, redução da jornada e cumprimento dos acordos coletivos que preveem um total de R$ 3 bilhões em investimentos na fábrica de São José dos Campos.

O sindicato recorda que, no início do mês, o diretor da GM e presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciaram a renovação do acordo de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para veículos, em troca da manutenção dos empregos nas montadoras.



Tags: GM, General Motors, São José dos Campos, layoff, Luiz Moan, São Caetano do Sul, Gravataí, Luiz Moan.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência