NOTÍCIAS
25/07/2014 | 18h55

Lançamentos

Novo Ka tem chamada de emergência

Todos os modelos da Ford no Brasil terão o sistema dentro de um ano


PEDRO KUTNEY, AB

A Ford incorporou ao sistema de multimídia e conectividade Synk do Novo Ka a chamada de emergência ao número 192 do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Em caso de acidente com deflagração dos airbags ou corte da bomba de combustível (quando ocorrem colisões traseiras ou laterais), o Synk executa de forma automática uma ligação ao Samu com o telefone celular pareado do motorista.

Esse tipo de sistema já foi implantado por diversas montadoras há mais de uma década em países da América do Norte, Europa e Japão. No Brasil, a Ford será a primeira a oferecer a assistência, sem custo adicional, integrada ao Synk do Novo Ka, a ser lançado até o fim de agosto, a partir da versão intermediária SL Plus (esta opção vai custar R$ 37.390). “Entendemos que era hora de dar esse passo adiante. É um item de conveniência que pode salvar vidas. Mas aqui vamos começar isso com nosso veículo de entrada (o Ka)”, disse Rogelio Golfarb, vice-presidente de relações institucionais da Ford América do Sul.

Dentro do próximo ano, todos os demais carros da marca vendidos no País terão a função de chamada de emergência incorporada ao Synk. “É uma questão de tempo. A Ford certamente não será a única a oferecer esse tipo de sistema. É um caminho inevitável para todas as montadoras”, afirma Golfarb.

“O Brasil é o quinto país com mais mortes no trânsito no mundo (45 mil em 2012, segundo números do Ministério da Saúde). Este é um dos mais graves de nossos problemas de saúde pública. Isso destaca o quanto precisamos evoluir para reduzir esses óbitos e as sequelas deixadas pelos acidentes. Nesse sentido a prontidão do atendimento de emergência é fundamental”, disse Arthur Chioro, ministro da Saúde, que participou do evento de lançamento da assistência realizado pela Ford na sexta-feira, 25, em São Paulo. “Avaliamos que iniciativas como essa são valorosas para atuar sinergicamente com o serviço de atendimento de urgência. É uma inovação tecnológica que pode fazer a diferença entre a vida e a morte”, acrescentou o ministro.

Segundo Chioro, a função de chamada de emergência incorporada pela Ford chega em momento oportuno, em que o Samu conta com cobertura nacional (até 2003 só atuava em 16 cidades). Hoje o sistema tem 183 centrais de telefônicas que atendem chamados 24 horas ao 192 e 2,5 mil ambulâncias (567 com UTI) espalhadas pelo País, estrutura suficiente para cobrir 73% da população, cerca de 146 milhões de pessoas. “Investimos cerca de R$ 1 bilhão por ano no sistema”, informou o ministro.

FUNCIONAMENTO

O sistema de chamada de emergência da Ford é uma integração tecnológica relativamente simples. Para funcionar, o Synk só precisa estar conectado ao telefone celular do motorista e, claro, estar dentro da área coberta pela telefonia móvel do País. Quando o carro se envolve em alguma colisão com deflagração dos airbags ou corte da bomba de combustível, primeiro é feito um alerta sonoro que irá chamar o Samu, para que a ligação possa ser cancelada caso não haja necessidade. Se não houver cancelamento, a discagem ao 192 prossegue automaticamente.

Quando a central do Samu atende a ligação, o sistema roda uma mensagem gravada: “Atenção: um veículo Ford esteve envolvido em um acidente. Aguarde o envio das coordenadas GPS, seguido da comunicação com os ocupantes do veículo. Um veículo Ford esteve envolvido num acidente nas seguintes coordenadas: latitude X e longitude Y. Repetindo a localização: latitude X e longitude Y. Linha aberta.” A localização fornecida é a captada pela antena de GPS do sistema de navegação do carro, mais precisa do que a triangulação de antenas de telefonia celular.

Após a mensagem, a linha fica aberta para comunicação direta por voz entre o operador da central telefônica do Samu e os ocupantes do carro acidentado. Com isso o médico pode avaliar a gravidade da situação e acionar o serviço de atendimento mais adequado: moto, ambulância, UTI móvel etc.

Antes de lançar o sistema de chamada de emergência, a Ford apresentou a funcionalidade ao Ministério da Saúde e ao Samu. “Fizemos testes e visitamos centros telefônicos do Samu com bons resultados”, explica Kalus Mello, gerente de engenharia de veículos da Ford. Segundo ele, também foi desenvolvido um programa de treinamento on-line, via internet, para os atendentes, para que eles estejam preparados quando surgirem as primeiras ligações com a mensagem gravada. “Vamos apresentar o sistema também no congresso nacional do Samu, que acontece na próxima semana em Brasília”, diz.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 15/11/2017
Mudança na mobilidade domina discussões do Congresso SAE Brasil

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro