Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Transportes | 08/09/2014 | 19h30

MAN negocia 18 caminhões TGS com empresas do Peru

Modelos feitos na Alemanha serão usados em mineração e construção

MÁRIO CURCIO, AB

O mercado peruano vai receber, nos próximos dias, 18 caminhões MAN TGS fabricados na Alemanha. Seis dessas unidades farão transporte de minérios e de carga para a construção civil. Os outros 12 vão atender a retomada de demanda de modelos extrapesados no mercado peruano.

Os MAN TGS devem chegar a Callao, no Peru, nos próximos dias. Do porto eles seguem para a Euromotors, importadora dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN no país. O cavalo mecânico TGS WW 26.440 6x4, produzido em Munique, fará parte da frota da Chumbao, empresa responsável pelo transporte de cargas entre Lima e Ayacucho, ao sul do país. O outro caminhão desse modelo vai para a R&A Ingenieros, que fará transporte de minérios.

Para o segmento de construção peruano, os TGS WW 41.400 8x4 foram comprados por duas empresas e serão equipado com guindastes de 30 toneladas. A versão com 480 cavalos, TGS WW 41.480 8x4, servirá à construção de estradas, utilizando uma grande caçamba de 17 metros cúbicos.

Outra companhia que atua no Peru comprou um TGS WW 40.480 6x4 para operação a 500 quilômetros de Lima, também com o implemento de 17 m². “O mercado peruano de extrapesadas começou a se recuperar este ano, com demanda impulsionada pelos setores mineiro e de construção (...) Os caminhões MAN são ideais para esse tipo de operação e permitem trabalhar em condições severas”, afirma o gerente executivo de vendas internacionais da MAN Latin America, Ricardo Albuquerque.



Tags: MAN, TGS, Peru, extrapesados, mineradoras, construção civil, TGS WW, Ricardo Albuquerque.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência