Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 10/09/2014 | 19h40

Indústria automotiva vive momento mais inovador desde Henry Ford

Steven Johnson defendeu em evento do Google a necessidade de mudança

GIOVANNA RIATO, AB

A indústria automotiva passa pelo momento de maior inovação desde Henry Ford, o criador da linha de montagem para a produção de automóveis em série. Essa é a opinião do escritor americano Steven Johnson, autor do livro “De onde vêm as boas ideias”, da Editora Zahar, que participou do ThinkAuto, evento promovido pelo Google Brasil.

A impressão dele é embasada no cenário de grande evolução tecnológica do carro, na transformação da indústria – que se empenha para ter menor impacto ambiental e ser financeiramente sustentável -, e no momento de transformação também do consumidor, que renovou sua relação com o automóvel.

O especialista recomenda que as empresas abracem a mudança e entendam a situação como oportunidade. Segundo ele, é essencial estimular a cooperação entre várias áreas e perfis profissionais para que a inovação se desenvolva. “A história de que as novas ideias surgem como uma inspiração repentina não é real. O processo é muito mais evolutivo”, avalia. Johnson dá o exemplo do iluminismo, no século 18, que teve os cafés europeus como motores para a inovação, já que os pensadores se encontravam ali para debater suas ideias.

O escritor admite que o processo para buscar novas soluções e produtos é desafiador e exige que riscos sejam assumidos. Ainda assim ele defende a importância de ousar. “Pense em algo que há cinco anos você não conseguia enxergar na sua empresa e hoje é comum. Tente entender o motivo de não ter identificado essa oportunidade”, alerta.

CONCESSIONÁRIAS: MODELO ESGOTADO

Dentro da filosofia de Johnson, existe uma série de oportunidades na cadeia produtiva e na distribuição de veículos. Davide Ceper, sócio principal da McKinsey no escritório do Rio de Janeiro, também participou do evento do Google e decretou: “O modelo atual de concessionária está desgastado.” Segundo ele, é perceptível a redução gradual do retorno sobre vendas das empresas.

Pesquisa realizada pela consultoria indica que, de cada quatro clientes que visitam um ponto de venda, um não fica satisfeito com o atendimento. O aspecto mais interessante é que 80% dos consumidores fazem test drive, o que indica que esta experiência continua sendo importante no processo de compra mesmo que as pessoas estejam dispostas a fechar negócio pela internet, sem visitar uma loja.

“Este modelo de concessionária vai deixar de existir. Por que não levar o consumidor a uma pista de testes ao invés de manter a casa em um centro urbano e obriga-lo a pegar trânsito para chegar lá?” Ceper avalia que esta dinâmica precisa de inovação. “Não é simplesmente o formato da revenda, mas a experiência que você entrega ao cliente. Melhorar o test drive, oferecer simuladores de condução e imagem 3D do carro para que ele seja configurado são ideias interessantes.” Ele cita o exemplo da Apple, que garante a melhor experiência possível de consumo em sua flagship, apesar de ter uma série de outros canais de vendas. O consultor enfatiza que a experiência na loja é capaz de transformar a imagem de uma marca.



Tags: inovação, Google, concessionária, distribuição, veículos, indústria automotiva.

Comentários

  • Gisele

    OLá! Se eu tenho uma idéia de um novo item para carros, mas não tenho conhecimento técnico para apresentar um projeto, como eu faço para mostrar essa idéia ?

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência