Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 15/09/2014 | 12h20

Grupo Volkswagen: vendas mundiais crescem 6,2%

No 'tenso' ambiente da América do Sul, porém, entregas recuaram 22,2%

REDAÇÃO AB

As vendas do Grupo Volkswagen em agosto somaram 740,5 mil unidades, resultando em pequena alta de 2,7% sobre o mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o total foi de 6,52 milhões de unidades, volume 6,2% mais alto que o registrado no mesmo período de 2013. Apesar do crescimento geral, o recuo na América fez o grupo adotar a expressão “ambiente tenso” em substituição a “ambiente desafiador” no texto em que divulga mês a mês suas entregas mundiais.

Essa tensão ocorre sobretudo na América do Sul, onde as 471,7 mil unidades entregues de janeiro a agosto resultaram em queda de 22,2% ante igual período do ano passado. No Brasil foram vendidas 368,3 mil unidades, recuo de 17,7%. Na América do Norte, as 583,3 mil unidades resultaram em pequena retração de 1,8%. Nos Estados Unidos, que consumiram 394,7 mil veículos do grupo, a retração foi de 4,8%.

Em toda o continente europeu, a companhia entregou 2,55 milhões de unidades até agosto, registrando alta de 6,9% sobre os mesmos oito meses de 2013. Na Europa Ocidental (excluindo a Alemanha) a entrega somou 1,31 milhão de veículos, acréscimo de 8,2%.

No mercado doméstico foram 806,5 mil unidades entregues, aumento de 6,5%. Nas Regiões Central e Oriental do Velho Continente foram vendidas 431,1 mil unidades, uma pequena alta de 3,9%. Na Rússia, que assimilou 176,7 mil veículos, ocorreu queda de 11,6%.

Na região da Ásia-Pacífico, onde o grupo entregou até agosto 2,64 milhões de veículos, o crescimento foi de 14,9%. Só a China consumiu 2,4 milhões de unidades, acrécimo de 16,5% sobre os mesmo oito meses de 2013.

DESEMPENHO POR MARCA

Até agosto, somente da marca Volkswagen, foram vendidos em todo o mundo 4,03 mihões de veículos (veja aqui), o que resultou em acréscimo de 3,4% sobre os mesmos meses do ano passado.

A Audi entregou 1,14 milhão de carros e cresceu 10,5%. Segundo o grupo, a marca se beneficiou de bons resultados na China (364,1 mil unidades e alta de 16,4%) e também nos Estados Unidos (116,1 mil automóveis e aumento de 14,5%), mercado em que o grupo apresentou recuo.

A fabricante Porsche entregou um total de 119,8 mil automóveis e cresceu 12,2%. Os consumidores endinheirados da Ásia-Pacífico compraram nestes oito meses 37,5 mil unidades da Porsche (alta de 15,6%) e os da América do Norte adquiriram outras 35,7 mil (acréscimo de 13,8%).

Da fabricante Skoda foram entregues 678,5 mil veículos, crescimento de 13,4% sobre o período janeiro-agosto de 2013. Nas Regiões Central e Oriental do continente europeu foram vendidos 180,8 mil veículos da marca, crescimento de 13,6%. Na Europa Ocidental (exceto Alemanha), a venda de 176,8 mil unidades resultou em expressiva alta de 19,9%.

A Seat permanece com pequenos volumes, mas conseguiu crescer 10,1% sobre os mesmos oito meses do ano passado com a entrega de 257,8 mil veículos. A divisão Volkswagen Veículos Comerciais registrou recuo de 3,9% com a venda de 287,5 mil veículos.



Tags: VW, Volkswagen, vendas mundiais, Audi, Porsche, Skoda, Seat, veículos comerciais, Ásia-Pacífico.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência