Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia | 16/09/2014 | 19h37

Smarttech inaugura 1º centro independente para testes de veículos do Brasil

Estrutura em Holambra (SP) recebeu investimento de R$ 5 milhões

GIOVANNA RIATO, AB

Um dos gargalos para que a indústria automotiva brasileira invista mais em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) começa a ser resolvido. Na terça-feira, 16, a Smarttech inaugurou o primeiro laboratório independente com estrutura completa para testes de veículos do País, em Holambra (SP). Há estrutura para avaliação de vibrações mecânicas, testes de fadiga para vários tipos de componentes, câmara climática, pista de análise de ruído de passagem, além de recursos para a realização de simulações virtuais. “Com o centro de engenharia, temos condições para acelerar o processo de desenvolvimento dos produtos dos nossos clientes”, assegura Ricardo Nogueira, diretor geral das operações de serviços da empresa.

O executivo é um dos fundadores da Smartech. A construção da estrutura é um passo ousado para a empresa brasileira de 17 anos de história voltada principalmente para a área de simulações virtuais, que investiu R$ 5 milhões no centro com recursos próprios. Por causa disso o empreendimento, que já era idealizado há dez anos, só começou a ser erguido há dois anos. “Como tivemos dificuldade para acessar crédito de longo prazo, precisamos de mais tempo para conseguir concretizar o nosso plano.

O executivo pretende atrair o interesse tanto de companhias que não possuem estrutura de P&D no Brasil, quanto de empresas que contam com recursos, mas podem precisar de profissionais e equipamentos para tocar algum projeto específico. “Podemos complementar a engenharia do cliente. Com a nossa estrutura, nosso parceiros têm a opção de não construir laboratórios próprios no Brasil, projeto que exigiria alto investimento”, detalha Nogueira.

Fabricantes de autopeças e sistemas e de veículos estão entre os clientes potênciais. Há também estrutura para atender a necessidade de fabricantes de máquinas agrícolas e de outros segmentos, como telecomunicações. “De 20 montadoras instaladas no Brasil, apenas quatro ou cinco têm estrutura para realizar estes testes internamente”, determina José Celso Mazarim, diretor de operações da Smarttech. Segundo ele, a companhia acumula ao longo de sua trajetória carteira de cerca de 200 clientes. “Já trabalhamos com todas as montadoras”, conta. Na visão dos executivos da Smarttech estas empresas têm potencial para gerar novos negócios no futuro.

O Inovar-Auto, que impõe metas de conteúdo local e de investimento em P&D no Brasil também tem se mostrado um propulsor dos negócios. “Já percebemos um forte fluxo motivado pelo programa. Há grande demanda por localização de componentes”, avalia Nogueira. Como resposta, a companhia investe no time de engenharia, que hoje conta com 50 pessoas, mas deve experimentar crescimento significativo em 2015.

Segundo ele, as adaptações e os desenvolvimentos que antes era realizados fora do País, na matriz das fabricantes, agora pode ser feito aqui. “A localização da produção de componentes exige que a engenharia esteja ao lado do cliente. Dessa forma há redução de tempo, de burocracia e de custo com aumento da qualidade e da competitividade”, explica.

Nogueira está seguro que o complexo de testes da Smarttech tem espaço reservado na indústria brasileira. “Vamos preencher uma lacuna do mercado. A demanda justifica o investimento que fizemos.” A estrutura tem 1,7 mil metros quadrados de área construída, mas está instalada em terreno de 37 mil metros quadrados, com larga margem para futuras ampliações, que, para Nogueira, certamente serão necessárias. “Estamos hoje ainda com entre 40% a 50% de ocupação da nossa capacidade. Há margem para atender mais pedidos e ampliar ainda mais trabalhando em até três turnos.”

O executivo diz ter se surpreendido positivamente com a procura inicial pelos serviços. “Tem empresa nos consultando para grandes projetos, com o desenvolvimento completo de um produto. Com o início gradual das operações dos laboratórios, temos registrado crescimento de 30% ao mês na área de serviços”, calcula. O nível das consultas fez com que a empresa ampliasse as expectativas para 2015, que será o primeiro ano cheio de funcionamento dos laboratórios. Nogueira prevê superar a marca de R$ 8 milhões de faturamento no próximo ano.



Tags: Smarttech, engenharia, pesquisa e desenvolvimento, testes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência