Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Carreira | 22/09/2014 | 15h50

Renault apresenta diretor de relações governamentais

Marcus Aguiar, que também atua na Anfavea e AEA, deixou a Fiat Chrysler

REDAÇÃO AB

O executivo Marcus Vinicius Aguiar é o novo diretor de relações institucionais, governamentais e de responsabilidade social empresarial da Renault do Brasil.

Há 22 anos no setor automotivo, Aguiar, que até então era chefe do departamento de serviço técnico, legislativo e normativo do Grupo Fiat Chrysler América Latina, assume na Renault com a missão de fortalecer o relacionamento da fabricante com a sociedade, governos e instituições representativas do setor.

Engenheiro mecânico pós-graduado em administração de empresas e em gestão executiva pela Fundação Dom Cabral, o executivo também é responsável pela coordenação da Comissão de Assuntos Técnicos da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e pela representação da entidade na Câmara Temática de Assuntos Veiculares do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Atua ainda como diretor de relações institucionais da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) e do Comitê Automotivo da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

“Com pouco mais de 15 anos produzindo no País, a Renault está entre as montadoras que mais crescem no mercado brasileiro. Isso torna sua visibilidade cada vez maior e suas ações e posicionamentos passam a ter um papel cada vez mais relevante”, comenta em nota Aguiar.



Tags: Renault, Marcus Vinicius Aguiar, relações institucionais e governamentais, carreira, AEA, Fiat Chrysler.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência