Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Anfavea defende padronização nacional dos VUCs
Luiz Moan, presidente da Anfavea (foto: Mário Curcio)

Comerciais | 18/11/2014 | 19h21

Anfavea defende padronização nacional dos VUCs

Adoção de modelo para todo o País traria redução de custos

MÁRIO CURCIO, AB

Durante a abertura da Vucfair, Salão de veículos comerciais leves urbanos de carga, que ocorre na cidade de São Paulo (veja aqui), o presidente da Anfavea, Luiz Moan, levantou questões importantes a respeito desse transporte de carga diferenciado: “Falta legislação para uniformizar os VUCs (veículos urbanos de carga) por norma federal. Essa padronização traria ganho, por exemplo, para os fabricantes de implementos. Também falta estímulo para a criação de centros de consolidação de carga. Com os VUCs, esses locais evitariam o tráfego dos grandes caminhões próximo às cidades”, diz Moan.

De janeiro a outubro deste ano, os segmentos de caminhões semileves e leves tiveram recuo de 31,6% e 22,4%, respectivamente, quando confrontados com igual período do ano passado. Moan atribuiu a queda a três fatores. “Perdemos praticamente os dois primeiros meses do ano por causa da definição tardia do PSI. Outro fator no início de 2014 foi a quebra de confiança e até o receio da não realização da Copa do Mundo. Os empresários se retraíram, especialmente os pequenos empresários, como os que compram VUCs. Por fim, o baixo crescimento da economia afetou o segmento”, diz o presidente da Anfavea.

Sobre o incentivo pleiteado pela Anfavea para a renovação da frota de caminhões, Luiz Moan afirmou: “Temos a concordância clara de alguns segmentos do governo. Já provamos que a não renovação gera gastos de R$ 5 bilhões por ano e que qualquer massa de recurso investida seria pequena perto do benefício obtido”, conclui o executivo.



Tags: Vucfair, Luiz Moan, Anfavea, caminhões, renovação de frota, Copa do Mundo.

Comentários

  • Feliciano JR

    Isto se resume na bagunça de nosso país ! não conseguem unificar uma legislação de transito ! exemplo: existem regras diferenciadas para circulação de caminhões na capital Paulista comparada com cidades da própria grande São Paulo ! .Ou fazem isso propositalmente para enriquecerem a indústria de multas , ou por incompetência mesmo . Isto acaba prejudicando o transportador, encarecendo o frete e logicamente o produto final e até mesmo as fabricantes de veículos que não sabem exatamente o que fabricar para atender as exigências da legislação e a necessidade do transportador .

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência