Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 26/11/2014 | 17h58

Polaris quer continuar expansão em 2015

Companhia encerrará 2014 com mil quadriciclos vendidos e 25 concessionárias

GIOVANNA RIATO, AB

Enquanto o mercado brasileiro de automóveis e de motocicletas se contraí, as vendas de quadriciclos seguem tendência de crescimento. A Polaris, que assumiu a operação brasileira em 2012, depois de o contrato com o distribuidor local ter vencido, espera encerrar 2014 com crescimento de 70% nas vendas na comparação com o ano passado, para mil unidades.

A alta é superior a registrada no mercado total de quadriciclos, que cresceu 28% para cerca de 10 mil unidades. O número é uma estimativa, já que não existem dados oficiais do Renavam sobre veículos do segmento porque estes modelos não são emplacados. A evolução da marca aconteceu sobre base fraca, mas evidenciou a evolução do plano de avanço da companhia no mercado nacional.

A empresa concluirá a ampliação de sua rede para 25 concessionárias até o fim de dezembro. “Nossa cobertura é muito boa, estamos em todas as regiões do País”, observa Rodrigo Lourenço, diretor geral da Polaris na América do Sul. O executivo admite, no entanto, que a redução do ritmo da economia deixou a organização mais cautelosa. No início do ano a Polaris havia divulgado a intenção de chegar a 30 concessionárias em 2014. Este objetivo deve ser alcançado apenas em 2015. “Não alteramos nossos planos para o Brasil, mas as projeções de crescimento estão menores agora”, explica o diretor. As vendas da marca no ano que vem podem crescer em perto de 10%.

A empresa tem linha de cerca de 20 produtos e começa a vendar ainda o Polaris ACE 570, com tração 4x4, que chega por R$ 39.990. Segundo a companhia, o modelo deve atrair novos clientes para a marca. Além de ampliar a gama, a organização também investe em eventos para atrair os clientes fãs de experiências off road, como o campeonato Polaris Cup. A ideia é criar situações para que os clientes utilizem os veículos.

PRODUÇÃO NACIONAL DA INDIAN

Enquanto os quadriciclos Polaris continuam chegando ao mercado brasileiro por meio de importações dos Estados Unidos e do México, a companhia estuda a produção nacional de motocicletas da marca Indian. Lourenço assegura que a decisão deve sair nos próximos dois meses, mas adianta que a ideia é montar os modelos na Zona Franca de Manaus a partir de kits em CKD importados.



Tags: Polaris, quadriciclos, vendas, negócios, Indias, motos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência