Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 20/01/2015 | 15h00

Indústria de pneus fecha 2014 na mesma

Fabricantes produziram quase o mesmo volume de 2013, em queda de 0,2%

REDAÇÃO AB

Apesar de ter ganhado um novo fabricante de no fim de 2013 (Sumitomo/Dunlop), a indústria de pneus não teve grande alteração de volume, registrando leve retração de 0,2%, com 68,78 milhões de unidades produzidas. Foram vendidos 3,97 milhões de pneus a menos entre 2013 e 2014, de acordo com a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).

De acordo com nota do presidente-executivo da associação, Alberto Mayer, a chegada de mais uma fábrica em 2013 não alterou o cenário de estagnação do setor. “Ao contrário de 2010, quando a entrada de mais um fabricante (Continental) elevou a produção em 24,4% em relação ao ano anterior, em 2014 ficamos estagnados, o que significa na verdade um retrocesso”, afirmou.

Mayer relaciona a queda de 17,6% no fornecimento de pneus às montadoras como um reflexo direto da retração nas vendas de veículos, de 7,1% em 2014 sobre 2013, além do alto patamar de importações.

Incluindo a venda de pneus importados pelas associadas à Anip, 2014 fechou com a entrega de 74,9 milhões de unidades, uma expansão de 0,8% em relação ao ano anterior, que registrou 74,28 milhões.

PRODUÇÃO ANUAL DOS FABRICANTES NO PAÍS
(Em milhões de unidades de 2013 para 2014)

• Pneus de carga: -4,1% (8,231 para 7,894)
• Pneus de camioneta: -10,5% (9,904 para 8,861)
• Pneus para passeio: +2,2% (32,554 para 33,267)
• Pneus para duas rodas: +4,0% (15,042 para 15,643)
• Pneus agrícolas: -5,9% (0,928 para 0,874)
• Pneus OTR: +14,6% (0,103 para 0,118)
• Pneus industriais: -0,1% (2,073 para 2,070)
• Pneus de aviões: -3,9% (0,053 para 0,051)

IMPORTAÇÕES E BALANÇA COMERCIAL

Em 2014 foram importados 27,23 milhões de pneus, o que equivale a 39,6% da produção nacional. O País que mais enviou pneus ao Brasil foi a China, com 14,24 milhões de unidades, equivalente a 52,3% das importações.

Ainda assim, a balança comercial dos fabricantes teve um saldo positivo de US$ 824,84 milhões no ano, mas com as importações de outras empresas não associadas, o balanço ficou negativo em US$ 144,95 milhões.



Tags: Anip, Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos, pneus, montadoras, desempenho.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência