Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Up! pode marcar volta de 1.0 turbo na VW

Tecnologia | 04/02/2015 | 19h53

Up! pode marcar volta de 1.0 turbo na VW

Início das vendas da nova versão está previsto para o meio do ano

GIOVANNA RIATO, AB

Atualizada às 14H40 do dia 5/2/2015

A Volkswagen deve voltar a oferecer um carro equipado com motor 1.0 turbo no Brasil. Será o primeiro propulsor nacional flex turbinado, com chegada ao mercado prevista para o meio do ano em versão do Up!. O carro marcará a volta de motores nacionais sobrealimentados com um litro, que a própria VW já usou em Gol e Parati na década de 90. Atualmente, existem apenas dois modelos turboalimentados bicombustível no mercado brasileiro: o recém-lançado Citroën C4 Lounge THP, feito na Argentina com muitos componentes importados, e o BMW 320i Active Flex montado em Santa Catarina com conjunto de powertrain totalmente importado da Alemanha (leia aqui).

Na nova configuração, a potência do compacto da Volkswagen deve subir dos atuais 82 cv para até 120 cv com o moderno propulsor de três cilindros EA 211. Esta é a estimativa da BorgWarner, fabricante dos primeiros turbocompressores brasileiros para veículos de passeio com motor ciclo otto. A companhia deve iniciar o fornecimento do sistema em maio. As primeiras unidades, voltadas para testes e homologações, já foram fabricadas na planta de Itatiba (SP).

Vitor Maiellaro, novo diretor-geral da fabricante de autopeças para o Brasil, no cargo desde o início de fevereiro, não confirma que o projeto seja para o Volkswagen Up!, apenas que a companhia iniciará a entrega de turbocompressores para uma montadora. Apesar disso, uma fonte com informações do mercado diz que tudo indica que o modelo da companhia alemã será o primeiro a receber a novidade.

NOVOS TURBINADOS

Maiellaro avalia que a chegada do carro com a tecnologia vai impulsionar o lançamento de uma série de outros modelos com motores turbo. “Na Europa cerca de 85% das vendas são de carros com a tecnologia”, aponta. Ele estima que, nos próximos três a cinco anos, entre 25% e 30% dos emplacamentos de carros novos no Brasil serão versões turbinadas.

A tecnologia é impulsionada no País pelo Inovar-Auto, regime automotivo que impõe metas de aumento da eficiência energética. “Tenho certeza de que a chegada do modelo com turbo estimulará a implementação da tecnologia em carros de outras marcas”, diz Maiellaro. Segundo ele, a BorgWarner negocia o fornecimento do sistema para outras quatro empresas. Ainda que elas optem por incorporar a novidade em seus carros, a Volkswagen terá largado na frente com ampla vantagem. “Precisamos de alguns meses de desenvolvimento para incorporar turbos a um motor. Portanto, não devemos ter nenhum outro carro com o sistema no Brasil este ano”, estima o dirigente, que prevê os próximos nacionais turbinados só para 2016.

Outra fabricante de turbos além da BorgWarner anunciou investimento no segmento de carros de passeio: a Honeywell. Em 2013 a empresa sinalizou a intenção de atender a demanda da categoria, que tem boa perspectiva de crescimento (leia aqui). Até agora, no entanto, nenhum desdobramento do projeto foi divulgado e não há perspectiva de que a companhia inicie o fornecimento do componente para alguma montadora de veículos de passio no curto prazo.

O turbocompressor da BorgWarner deve começar a ser produzido no Brasil com 60% de conteúdo local. Os sistemas vendidos na Europa tiveram de passar por uma série de adaptações para que pudessem equipar veículos brasileiros. “O etanol é um combustível bem mais agressivo do que a gasolina. Tivemos de adaptar materiais e desenvolver fornecedores brasileiros”, conta Maiellaro, que preparou a planta da empresa em Itatiba para fabricar até 250 mil unidades por ano. A planta também produz turbos para veículos comerciais, segmento que deve permanecer estagnado em 2015. “Prevemos expansão de 10% na produção em Itatiba baseada no início da fabricação de turbos para carros de passeio", estima o diretor-geral.



Tags: Volkswagen Up!, turbo, BorgWarner, motor.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência