Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Duas Rodas | 06/02/2015 | 16h10

Yamaha mantém lançamentos a cada seis meses

Modelo Fazer 150 pode receber versão de entrada ainda em 2015

MÁRIO CURCIO, AB | De Piracicaba (SP)

Quando lançou a Fazer 150 em setembro de 2013, a Yamaha esperava que a moto superasse em vendas a veterana Factor 125. No acumulado de 2014, porém, o modelo de menor cilindrada se manteve à frente. Durante entrevista ao diretor comercial da Yamaha, Márcio Hegenberg, Automotive Business perguntou se isso ocorreu porque ela está vendendo menos que o planejado ou porque estaria alavancando as vendas da Factor, mais acessível.

“Um pouco desses dois fatores, mas o fato é que para ter volume maior será preciso ter uma (Fazer) 150 de entrada”, diz. Ele não revela detalhes sobre essa versão mais barata, mas ressalta: “Lembre-se de que prometemos um lançamento a cada seis meses”, afirma.

Não será difícil baratear a Fazer 150 e isso pode ocorrer ainda este ano. Basta a Yamaha trocar suas rodas de liga leve por outras de aço e substituir o freio a disco dianteiro por um a tambor se for o caso. Essas mudanças já seriam suficientes para reduzir o preço de entrada de R$ 7.670 para cerca de R$ 7 mil e com isso aproximar seu valor da Honda CG 150 Start, com tabela de R$ 6.665.

Automotive Business entrevistou o executivo da Yamaha durante o lançamento da MT-07, segunda moto de alta cilindrada lançada em cinco meses (veja aqui). Hegenberg falou sobre o momento das motos de alta cilindrada, que tiveram alta de 11% enquanto o mercado como um todo recuou 5,7%.

“Ter lançamentos de alta cilindrada é uma estratégia global. Seus compradores são muito exigentes e sempre buscam novidades”, diz Hegenberg. No Brasil, com a ampliação da gama Honda, a maior penetração da BMW e com novas operações locais de outras fabricantes (a austríaca KTM é a mais recente), ter opções acima de 450 cc virou obrigação. A Yamaha MT-07 chega até abril com preço inicial de R$ 26.990 e entrará em conflito com outra Yamaha, a XJ6, com cilindrada mais baixa e preço inicial mais alto, R$ 28.890. A veterana terá a linha simplificada e novos preços, mas Hegenberg não descarta a saída de linha da XJ6 se a redução do volume de vendas não justificar sua permanência.



Tags: Yamaha, Fazer 150, Factor 125, Márcio Hegenberg, Honda, CG 150 Start.

Comentários

  • lidiane

    valor da 150 ybr

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência